Page Nav

HIDE

Últimas notícias:

latest

CAMPANHA - COMBATE A DENGUE


De aliens a sequestro: após 'flagra' em Google Maps, veja teorias que tentam explicar o sumiço do avião MH370 da Malaysia Airlines

Desaparecido em 8 de março de 2014, o mistério não foi solucionado mesmo após quase uma década completa desde o sumiço

Por O GLOBO

Desaparecimento de aeronave completa uma década em 2024 — Foto: Freepik

Um especialista em tecnologia do Reino Unido afirmou ter encontrado a localização do avião da Malaysia Airlines, que desapareceu em 2014 transportando 239 pessoas de Kuala Lumpur, na Malásia, para Pequim, na China. Segundo reportagem do The Mirror, Ian Wilson afirmou ter achado os destroços do voo MH370 no Google Maps. Ele afirma que os restos do avião estão espalhados nas profundezas de uma selva no Camboja.

Quase 10 anos após o sumiço da aeronave, as teorias sobre o que pode ter acontecido com o voo MH370 da Malaysia Airlines continuam a tomar as redes. Mesmo quase uma década depois, não há indícios do que aconteceu com a aeronave ou com quem estava a bordo do avião.

Um relatório oficial da empresa responsável pelo voo indica que a rota do avião foi alterada manualmente em direção ao Mar Andaman, no Sul da Birmânia. Dados de um radar militar analisados por especialistas indicam que o MH370 pode ter voado em direção ao Oceano Índico e à Antártida por seis horas até cair quando o combustível acabou.

Porém, as teorias conspiratórias não param de ressurgir - e vão desde abdução alienígena e uma possível explosão, ao abatimento do avião por parte dos Estados Unidos ou Rússia.

Voo sequestrado

Uma das principais teorias surge a partir de uma carga misteriosa levada pela aeronave. Especialistas indicam que foi adicionada no manifesto do voo uma carga desconhecida com mais de 90 quilos para seguir em direção à China.

Uma das especulações a respeito do desaparecimento do MH370 relaciona a carga a um material que supostamente seria usado na inteligência chinesa e, por isso, os EUA teriam interrompido a viagem antes do destino final. A teoria aponta que o avião pode ter sido sequestrado ou abatido por caças americanos.

Abdução alienígena

Em 2018, um internauta viralizou no Twitter ao compartilhar mensagens de texto e voz em código Morse que recebeu, com o que pareciam ser as coordenadas de um lugar na Indonésia. Associadas com abdução alienígena por um portal americano, a teoria foi derrubada após investigadores indicarem que foi apenas um trote feito na Índia usando serviço de transmissão de voz por IP (protocolo de internet), chamado VOIP.

Material explosivo a bordo

Foi confirmado que uma das cargas do Boeing 777-200 se tratava de baterias de lítio. Em teoria, a aeronave transportava 200 quilos do material, porém, investigadores indicam que, na verdade, poderiam ser 2.000 quilos a bordo. Uma das teorias criadas a partir desse dado aponta para uma possível sequência de explosões que levou a despressurização da aeronave.

Queda planejada pelo piloto

Uma das teorias criadas aponta que o sumiço do MH370 aconteceu a partir de um plano do piloto Zaharie Ahmad Shah de cometer suicídio seguido de assassinato dos passageiros.

A suposição foi reforçada após as investigações indicarem que as mudanças de rota e desativação dos meios de comunicação da aeronave foram feitas manualmente, entretanto, o governo da Malásia assegurou ter examinado piloto e copiloto e ambos não apresentaram comportamentos suspeitos antes da decolagem.

Interferência russa

Uma das teorias criadas aponta que o avião teve o voo interrompido por militares russos como forma de desviar as atenções, que estavam voltadas para a ocupação da Crimeia pelo exército de Moscou.

A teoria foi reforçada pois cerca de quatro meses depois outra aeronave da Malaysia Airlines, a MH17, foi abatida por um míssil russo ao sobrevoar a Ucrânia.

Nenhum comentário




Latest Articles