Page Nav

HIDE

Últimas notícias:

latest

Ads Place


Curte gemer, como Marina Sena? Entenda a importância do gemido no sexo

Se assim como Marina Sena você é do time que gosta de gemer no sexo, entenda qual a importância do gemido em uma transa


Reprodução/Instagram

Você gosta de gemer no sexo? A cantora Marina Sena sim. Em entrevista recente ao PocCast, ao citar suas preferências no “rala e rola”, a artista afirmou que é adepta do gemido, não só no sexo. “Sou manhosa. Gosto de gemer, eu gemo para tudo. ‘Tô’ beijando na boca, já dou uns gemidos”, disse.

Apesar de ser um forte indicativo de prazer para a maioria, há que se lembrar de que, por conta da pornografia, existe uma crença de que a pessoa — principalmente a mulher — precisa gemer para demonstrar que está gostando da relação.

“Se aquele indivíduo aprendeu que precisa gemer para agradar o parceiro(a) mesmo que não haja prazer, ele irá forçadamente gemer. Isso é muito visto em pessoas que aprenderam sexo com pornografia e seus gemidos encenados”, explica o terapeuta sexual André Almeida.

Contudo, se ele acontecer de forma natural, o gemido não só atua como um indicativo de prazer, mas também como algo muito erótico e excitante por si só.

“O gemido para quem ouve é quase um orgasmo auditivo. E também tem gente que se excita ao gemer, inclusive muitas mulheres sentem prazer em gritar e até gostam que outras pessoas escutem. É saudável, desde que os envolvidos sintam prazer”, adiciona o sexólogo João Ribeiro.

Vale destacar, porém, que nem todo gemido tem cunho positivo. Fique alerta para a entonação. Afinal, existem sinais de que a parceira ou parceiro possa estar sentindo dor e sinalizando por meio dos sons.

“Se o gemido for no sentido de auxiliar o parceiro a fazer o seu ato, nas preliminares e nas carícias, ele é importante. Se for só para disfarçar a dor e o desconforto de fazer algo só para agradar o parceiro, o ideal é uma boa conversa”, complementa o especialista.

Nenhum comentário




Latest Articles