Page Nav

HIDE

Últimas notícias:

latest

Ads Place


Vídeo mostra homem passando mal antes de morrer à espera do Samu no DF

Vítima passou mal e teve morte confirmada em hospital. CBMDF não tinha ambulância para enviar, e Samu demorou para chegar


Reprodução

Imagens da câmera de segurança de uma loja de construção no Itapoã mostram o momento em que Manoel Mendes, 67 anos, sofre um mal súbito e desmaia no local.

O homem morreu, na manhã dessa quinta-feira (16/11), após esperar por ao menos 40 minutos pela chegada de uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Veja o vídeo:


O registro mostra Manoel sendo atendido próximo ao balcão do estabelecimento por uma funcionária. Ele aparece acompanhado de outro homem, enquanto segura um objeto nas mãos.

Na sequência, ele chega a pegar o aparelho celular no bolso para atender uma ligação, até que, em determinado momento, passa mal e desmaia.

O homem que estava com a vítima tenta segurá-lo para evitar que caia no chão, mas sem sucesso. Na tentativa de ajudar, ele chega a fazer uma massagem cardíaca em Manoel.

Uma testemunha que trabalha na loja, como vendedora, contou que ligou para o 193 e recebeu a informação de que não havia carro do Corpo de Bombeiros Militar (CBMDF) disponível no Itapoã nem no Paranoá para atender a vítima.


“Então, disseram que pediriam uma viatura do Samu para o local. Passados mais de 20 minutos, liguei no 192, e informaram que não havia qualquer acionamento para atendimento no endereço [onde estávamos], mas que mandariam um carro de Planaltina”, contou a testemunha, que não quis se identificar.

O homem estava acompanhado de um funcionário, que acionou a família dele. Após quase uma hora de espera e sem sinal de chegada do socorro, os parentes da vítima decidiram levá-la para o hospital por conta própria. “Como ele ainda estava respirando, eles [os familiares] foram buscar atendimento”, detalhou a vendedora.

O Samu só chegou ao local cerca de 20 minutos depois de o idoso ter sido socorrido pelos parentes, segundo a testemunha. Porém, no hospital, constataram que ele havia morrido.

Ao Metrópoles o CBMDF informou que os atendimentos clínicos recebidos por meio do telefone 193 são direcionados para a central 192, porque ela gerencia e regula atendimentos clínicos. Assim, a ocorrência ficou registrada no sistema do Samu.

Em nota, a Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF) informou que “o Samu tem o compromisso inegociável de atender a todas as solicitações com a máxima celeridade possível, priorizando a segurança e o bem-estar dos pacientes”.

Segundo a pasta, a viatura do Samu mais próxima estava em Planaltina e foi imediatamente despachada para o local do atendimento. “O caso foi registrado como Gravidade Severa e tratado com a máxima urgência”, ressaltou a SES-DF.

“O tempo total do atendimento, desde o acionamento telefônico até a chegada da equipe ao local, foi de 43 minutos. Esse período foi impactado pela distância considerável entre as localidades e por algumas dificuldades enfrentadas durante o percurso. Ao chegar ao endereço designado, constatou-se que o paciente já havia sido removido por outros meios e a chamada foi encerrada”, finalizou a pasta.

Nenhum comentário




Latest Articles