Page Nav

HIDE

Últimas notícias:

latest

CAMPANHA - COMBATE A DENGUE


VITIMISMO - Ministro diz que Milei 'ofendeu' Lula de 'forma gratuita' e cobra pedido de desculpas

Paulo Pimenta, da Secretaria de Comunicação da Presidência, foi questionado se Lula telefonará para Javier Milei, economista ultraliberal que venceu a eleição presidencial na Argentina.

Por Guilherme Mazui, g1 — Brasília


O ministro da Secretaria de Comunicação da Presidência, Paulo Pimenta, afirmou nesta segunda-feira (20) que o presidente eleito da Argentina, Javier Milei, ofendeu Lula (PT) de "forma gratuita" e cobrou um pedido de desculpas do argentino para o início de uma relação entre os dois mandatários.

Pimenta deu a declaração no Palácio do Planalto ao ser questionado se Lula telefonaria para Milei para parabenizá-lo pela vitória no segundo turno da eleição presidencial no país vizinho neste domingo (19). Durante a campanha, Milei chamou Lula de "comunista" e "corrupto" em um programa de TV.

"Eu não ligaria. Só depois que ele me ligasse para me pedir desculpa. Ofendeu de forma gratuita o presidente Lula, cabe a ele, num gesto como presidente eleito, ligar para se desculpar. Depois que acontecesse isso, eu pensaria na possibilidade de conversar", afirmou Pimenta.

Milei derrotou na disputa presidencial o ministro da Economia argentino Sergio Massa, que era apoiado pelo atual presidente do país Alberto Fernández, um aliado de Lula.

O petista evitou declarar apoio a um candidato no pleito argentino. Entretanto, integrantes do governo brasileiro e do PT eram favoráveis à candidatura de centro-esquerda de Massa.

Na noite deste domingo, Lula parabenizou o povo e as instituições argentinos pela conclusão do processo eleitoral, porém não citou Milei no texto publicado em uma rede social.

"A democracia é a voz do povo, e ela deve ser sempre respeitada", disse Lula, que é defensor de uma integração maior entre Brasil e Argentina.


Bolsonaro

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou em uma rede social que conversou com telefone com Milei e que recebeu o convite para a posse do novo presidente da Argentina, marcada para 10 de dezembro.

"Recebi agora telefonema de Javier Milei, onde o cumprimentei pela vitória, bem como fui convidado para sua posse. Hoje a Argentina representa muito para todos aqueles que amam a democracia e respiram liberdade", escreveu Bolsonaro.

O político do PL e seus aliados apoiaram publicamente a candidatura de Javier Milei.

Nenhum comentário




Latest Articles