Page Nav

HIDE

Últimas notícias:

latest

Ads Place


Alvo da Lesa Pátria, Jordy será reconduzido como líder da oposição

Posto de líder da oposição seria ocupado pelo deputado Filipe Barros (PL-PR) neste ano. Jordy será reconduzido ao cargo após acordo


Luis Macedo/Câmara dos Deputados

Após ser alvo de busca e apreensão em operação da Polícia Federal (PF), o deputado federal Carlos Jordy (PL-RJ) será reconduzido como líder da oposição na Câmara dos Deputados em 2024. A informação foi compartilhada por parlamentares da oposição em coletiva de imprensa nesta quarta-feira (24/1).

O posto de líder da oposição seria ocupado pelo deputado Filipe Barros (PL-PR) neste ano. No entanto, os deputados chegarem em um acordo e decidiram reconduzir Jordy ao cargo.

“A oposição toda concorda que, ainda que tivesse um processo de transição acontecendo para uma nova liderança do deputado Filipe Barros, com o qual todos nós conversamos e ele mesmo disse que estava de acordo com esta decisão, queo deputado Carlos Jordy permaneça como líder da oposição. Conta com toda a nossa confiança”, afirmou o deputado Marcel Van Hattem (Novo-RS).

Jordy é investigado na Operação Lesa Pátria da PF por supostamente incitar a participação de golpistas nos atos de 8 de janeiro. Durante a coletiva, ele reafirmou que não cometeu crime algum.

“Em momento algum eu incitei nada, não há nenhuma conversa minha, nenhum tipo de mensagem em que estou fazendo qualquer tipo de apoio”, afirmou o líder da oposição.

Entenda a investigação contra Jordy

Carlos Jordy é investigado por supostamente incitar os atos como os do 8 de janeiro de 2023, quando as sedes dos Três Poderes em Brasília (DF) foram invadidas e depredadas. Na última semana, a Polícia Federal cumpriu mandados de busca e apreensão no gabinete do parlamentar, localizado no Anexo III da Câmara dos Deputados, além de ter recolhido seu celular em sua casa, no Rio.


Conforme nota divulgada pela PF, o objetivo da 24ª fase da operação foi identificar pessoas que planejaram, financiaram e incitaram atos antidemocráticos entre outubro de 2022 e o início do ano passado, no interior do estado do Rio de Janeiro (RJ).

De acordo com as apurações da PF, Jordy teria passado mensagens com orientações sobre atos golpistas para bolsonaristas do estado. A corporação acredita que as mensagens podem ter servido como “atos preparatórios” para as manifestações antidemocráticas do ano passado.

Operação Lesa Pátria

As investigações ocorrem no âmbito da 24ª fase da Operação Lesa Pátria, que tem objetivo de identificar pessoas que planejaram, financiaram e incitaram os atos antidemocráticos entre outubro de 2022 e janeiro de 2023.

Na última quinta, foram cumpridos 10 mandados de busca e apreensão no Rio de Janeiro e no Distrito Federal. Os mandados foram expedidos pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Nenhum comentário




Latest Articles