Page Nav

HIDE

Últimas notícias:

latest

CAMPANHA - COMBATE A DENGUE


Corpo de menina de 6 anos arrastada por enxurrada é encontrado em GO

Menina de 6 anos foi arrastada pela enxurrada na tarde de quinta-feira (4), em Aparecida de Goiânia (GO). Corpo foi encontrado neste sábado


Divulgação/Corpo de Bombeiros

Goiânia – O corpo da pequena Samylla Vitória, de 6 anos, foi encontrado na tarde deste sábado (6/4), após três dias desaparecida. A menina foi arrastada pela enxurrada durante um temporal, no final da tarde da última quinta-feira (4/4), no Bairro Cidade Livre, em Aparecida de Goiânia, na região metropolitana da capital goiana.

De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, o corpo de Samylla foi encontrado a cerca de 5 km do local inicial das buscas, no leito de um córrego, sob galhadas. A corporação afirmou que foram feitos “esforços irrestritos” durante as buscas pela criança, que começaram ainda na quinta-feira.

Por meio de nota, a corporação lamentou a morte da menina. “A Corporação de solidariza com a dor da família e de toda a comunidade que se uniu em prol da incansável busca. Que a fé possa fortalecer e consolar neste momento difícil”.

Os moradores da região onde Samylla desapareceu se uniram e se mobilizaram nas buscas pela menina. A comunidade instalou até uma tenda para oferecer alimentação e suporte aos voluntários que auxiliram o Corpo de Bombeiros.

Arrastada pela enxurrada

Samylla Vitória foi levada pela água quando tentava chegar até a calçada de casa. A menina voltava da escola onde estuda, acompanhada da mãe, Thaís Lira, quando foi arrastada. A chuva naquele momento era muito forte, assim como a correnteza, especialmente porque a rua em questão é uma ladeira.

De acordo com a mãe, a enxurrada levou a filha para uma região de mata, no final da rua. “A última vez que vi, ela estava no mato quando sumiu”, disse.

Segundo os bombeiros, a região de mata onde as buscas estavam concentradas abriga uma “galeria de água” repleta de buracos, alguns com profundidade de 10 metros. Esses locais possuem tubulações que têm como objetivo captar, transportar e drenar a água da chuva de áreas urbanas até córregos, que desaguam em rios.

Conforme a corporação, no momento em que Samylla desapareceu, a chuva encheu os “buracos” com água e, por isso, não se tinha noção do tanto que eles eram profundos. De acordo com os bombeiros, toda a chuva que passou pelo córrego que fica nessa região deságua em um rio logo a cerca de 100 metros dali.

A mochila que a menina usava quando desapareceu foi encontrada a cerca de 5 km de distância do local onde a criança foi levada pela enxurrada, mas a força-tarefa ainda não encontrou a menina. As buscas estão concentradas na mata, córrego e no rio.

Buscas duraram três dias

Cinco viaturas e um helicóptero foram usados para tentar localizar a menina. Segundo os bombeiros, mais de 20 militares participaram da operação realizando buscas, incluindo equipes náuticas e cães farejadores.

Também participaram das buscas: a Polícia Civil, Guarda Civil Metropolitana e moradores do bairro que se comoveram com a situação.

Nenhum comentário




Latest Articles