Page Nav

HIDE

Últimas notícias:

latest

CAMPANHA - COMBATE A DENGUE


Vídeo: Turista morre ao cair no mar enquanto tirava fotos nas Ilhas Canárias

Imagens publicadas pela polícia nas redes sociais mostram que pedras e destroços foram espalhados à beira-mar

Por O GLOBO — Las Palmas, Santa Cruz de Tenerife

Turista morre ao cair no mar enquanto tirava fotos nas Ilhas Canárias — Foto: Reprodução vídeo

Um turista da República Tcheca, de 53 anos, morreu após ter caído ao mar na zona das piscinas naturais de Puerto de la Cruz, em Tenerife, nas Ilhas Canárias. Segundo os serviços de emergências locais, o acidente aconteceu pelas 16h15 desta quarta-feira.

O Centro de Coordenação de Emergência e Segurança (CECOES) das Canárias recebeu um alerta a dar conta da "queda de uma pessoa ao mar enquanto tirava fotografias" e "ativou imediatamente os recursos de emergência necessários". Imagens publicadas pela polícia nas redes sociais mostram que pedras e destroços foram espalhados à beira-mar, e muitas casas foram inundadas depois que a força da água arrancou as portas dos imóveis nas zonas costeiras de Tenerife.

Socorristas usaram um helicóptero para resgatar o turista. Em seguida, os paramédicos tentaram "manobras de reanimação durante a sua transferência para o heliporto de La Guancha", mas ele não resistiu.

"Uma vez em terra, um médico e um enfermeiro do centro de saúde de La Guancha, transportados numa ambulância de suporte básico de vida, prosseguiram as manobras de reanimação cardiopulmonar sem conseguir reverter a situação, confirmando a sua morte", informou o CECOES.

A queda está sendo investigada. Desde o mês passado, cerca de quatro turistas de diferentes países morreram de forma semelhante na Espanha continental.

Em Tenerife, 60 casas precisaram ser evacuadas na quarta-feira devido às ondas com cerca de cinco metros que colocaram a região sob alerta. A Direção Geral de Emergências do Governo das Canárias recomenda que a população tome precauções extremas e não fique nas extremidades dos cais ou quebra-mares, nem se arrisque a tirar fotografias ou vídeos perto de onde as ondas quebram, especialmente antes das ondas intensas do último algumas horas. Deve ainda evitar circular em estradas próximas da linha da praia e realizar práticas desportivas e náuticas nas zonas afetadas pela ondulação.

Nenhum comentário




Latest Articles