Page Nav

HIDE

Últimas notícias:

latest

CAMPANHA - COMBATE A DENGUE


AÇÃO SOCIAL - PMDF promove dia de lazer para o Porto Rico


O último sábado (19/11) foi de muita festa para os moradores do Porto Rico. A Polícia Militar através do 26º Batalhão e o PCS 081 realizaram uma Ação Social que teve por objetivo a interação entre a instituição e a comunidade. Houve várias atrações e serviços públicos comunitários para a população durante o evento e para a criançada houve distribuição de lanches, brinquedos infláveis e sorteio de brinquedos.
O Regimento de Policiamento Montado da Polícia Militar -  RPMon também participou disponibilizando três animais que realizaram passeios com a criançada e o Grupamento de Operações Aéreas da instituição dispôs de uma aeronave que foi a sensação do evento.
Além das brincadeiras, a instituição em parceria com um colégio dispôs de técnicos em enfermagem para mensuração da pressão arterial, verificação de taxa glicêmica e palestras sobre doenças diversas. Um grupo de advogados também participou, tirando dúvidas da comunidade sobre direitos e deveres.
Para a coordenadora dos PCS de Santa Maria Ten. Gislaine Maria, o principal objetivo da atividade é o de interagir com a comunidade, buscando maior aproximação. “Nosso objetivo principal é quebrar o paradigma que ainda existe entre a comunidade e a Polícia Militar que muitas vezes atrapalha. Queremos com isso sentir a comunidade cada vez mais próxima à polícia, sabendo que esta não está ali somente para reprimir e sim atuando como um elo visando à proteção do cidadão, sendo estas ações ecessárias, pois a comunidade sente-se cada vez mais próxima da corporação”, disse.
Por sua vez o gestor do PCS 081, Sgto. João Severiano disse que as ações realizadas, principalmente em comunidades semelhantes ao Porto Rico, são de fundamental importância para a convivência entre a Polícia Militar e os moradores. “Temos que mostrar para a comunidade que a Polícia, além de protetora da sociedade é próxima e amiga. Aqui no Porto Rico conseguimos mudar a sensação de medo para confiança e conforto, tudo graças à interação que estamos realizando. Muitos dos moradores conhecemos pelo nome, bem como eles a nós e isso é muito importante. Através dessas ações conseguimos diminuir para quase zero o percentual de criminalidade aqui na comunidade”, enfatizou.

Segundo o Comandante do 26º Batalhão, TC Giuliano Costa, a importância de interação entre a comunidade e a Polícia Militar é de extrema necessidade. “Temos como meta o trabalho de interação. Atuamos como uma polícia preventiva e para que tenhamos sucesso, estamos sempre próximos da comunidade”, disse.
O comandante ainda fez questão de enforcar a definição do trabalho comunitário que julga ser a principal ferramenta nas ações. “O trabalho da policia comunitária tem que ser através de um serviço que se aproxime das pessoas, com nome e cara bem definidos, de maneira que o cidadão e o policial saibam com quem estão interagindo e assim, tenham confiança mútua. É assim que estamos atuando com todos os segmentos da comunidade. Com ações semelhantes a essas, temos a certeza de que a comunidade tem depositado cada vez mais confiança no nosso trabalho. Essas atividades fazem parte da nova visão da Polícia Militar que coloca a sociedade mais próxima da polícia”, completou.
Participaram do evento, além da corporação de Santa Maria, o comandante geral da PMDF Cel Rosback, a Central de Emergência de Santa Maria, a Prefeitura Comunitária do Porto Rico, a Administração Regional da cidade e algumas lideranças locais.











Nenhum comentário




Latest Articles