Page Nav

HIDE

CLDF - Campanha Abuso Não

Últimas notícias:

latest

CAMPANHA - COMBATE A DENGUE


Roseana Sarney renuncia ao cargo de governadora do Maranhão

Roseana entregou carta de renúncia na manhã desta quarta-feira (10/12). Presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão assumirá o cargo

Publicação: 10/12/2014 10:44 Atualização: 10/12/2014 10:55

 (Carlos Moura/CB/D.A Press)


A governadora Roseana Sarney (PMDB-MA) renunciou ao governo do estado do Maranhão, na manhã desta quarta-feira (10/12). Com a renúncia, o deputado estadual Arnaldo Melo, presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão (AL-MA), assume o cargo. Roseana anunciou a decisão faltando apenas 21 dias para o fim do seu quarto mandato.

No discurso de transição do governo, Roseana agradeceu a população, aliados políticos e representantes de órgãos públicos. "Este não é um discurso de despedida, nem um relatório. É uma fala de agradecimento. Primeiro a Deus, que me possibilitou a graça da vida. Agradeço à classe política, ao o PMDB e aos aliados, senadores, deputados e prefeitos pelo reconhecimento e pela solidariedade. Agradeço a todos os servidores públicos que ajudaram o meu governo com trabalho competente e seriedade, e aos trabalhadores do campo pela contribuição valorosa. Agradeço ao povo do Maranhão, homens e mulheres da minha terra, a quem devo meus sucessivos mandatos, ao carinho com que sempre me trataram. Terão sempre meu amor eterno e minha gratidão perpétua", declarou. 

A governadora ainda criticou duramente o uso político da crise no Sistema Penitenciário do Estado, e ressaltou que é a favor da divergência de opiniões. "Fomos vítimas de um terror penitenciario de origem política que manchou a imagem do estado (do Maranhão)", disse. 


O cargo foi transmitido ao presidente da AL-MA, Arnaldo Melo (PMDB) porque o vice-governador, Washington Oliveira, renunciou ao cargo em 2013 para assumir a vaga de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE). 

Roseana Sarney foi a primeira mulher eleita para governar um estado brasileiro, em 1994, e é filha do ex-presidente da República, José Sarney. Candidatou-se pela primeira vez a um cargo eletivo em 1990, quando foi eleita deputada federal pelo então Partido da Frente Liberal (PFL). Em 2002 elegeu-se senadora e em 2006 foi candidata pela terceira vez ao governo do Maranhão, quando perdeu para Jackson Lago. Mas após a cassação de Lago, em 2008, assumiu o governo do estado, sendo reeleita no ano seguinte para mais quatro anos de mandato.

Nenhum comentário




Latest Articles