Page Nav

HIDE

CLDF - Campanha Abuso Não

Últimas notícias:

latest

CAMPANHA - COMBATE A DENGUE


BRASILIA - Bichinhos à espera de um lar

Segunda edição da Feira de Adoção de Cães e Gatos termina hoje, no Alameda Shopping

Jéssica Antunes
jessica.antunes@jornaldebrasilia.com.br



A família Cordeiro saiu na tarde de ontem para passear no shopping e voltou para casa com um cão. Isso porque, entre uma loja e outra, se deparou com a II Feira de Adoção de Cães e Gatos. O pequeno Felipe, de cinco anos, se apaixonou por um dos bichinhos em busca de um lar. Ainda dá tempo de encontrar um amigo para chamar de seu. O evento, que acontece na praça central do Alameda Shopping, termina hoje.

“Felipe está até fazendo carinho no cachorro, mas sempre teve muito medo. Queremos levá-lo”, afirmou a professora Fernanda Cordeiro, 35 anos. Por outro lado, Júlia, a caçula de três anos, não demonstrou o menor receio em brincar com os animais. “Nós moramos em apartamento e, até mudarmos, o cão ficará na casa da minha mãe”, revelou o funcionário público Fabrício Cordeiro.

CUIDADO EXTRA
Durante a ação de ontem, pelo menos dois gatos e um cachorro ganharam um novo lar. Foi o caso de Marrie, a gata persa deficiente auditiva. Criada por alguém interessado na procriação, ela desenvolveu câncer nos ouvidos. Durante o tratamento e retirada de dois tumores, precisou remover as orelhas.

A nova dona, Mariane Oliveira, 24, a acolheu em tratamento e levou para casa remédios e receitas. “Quando soube do evento, liguei para a ONG dizendo que queria um gato com deficiência porque sei que esses animais são rejeitados nas feiras”, revelou a jornalista.

Sua paixão por bichos, diz, vem da infância, com um toque de frustração porque sua mãe se negava a adotar um animal. Há dois anos, resgatou um gato. “Não consigo entender como uma pessoa pode largar um bicho desses nas ruas”, opinou.

“Essa gatinha passou por duas famílias e veio de Santa Maria há uns cinco meses. Agora, graças a Deus, foi adotada. Por isso, é importante que exista um acompanhamento antes de entregar o bicho. Marrie vai ser bem tratada”, avaliou  Vanusa Lopes, 70, presidente da organização não governamental Sociedade Humanitária Brasileira (SHB), uma das parceiras do evento.

Entrevista e avaliação para escolher dono
Para levar um dos  cachorros e  gatos expostos no evento para casa, não basta apenas gostar de bichinhos e achar que está pronto para  assumir a responsabilidade.

São realizadas entrevistas, preenchimento de formulário e apresentação de CPF, RG e comprovante de residência. Tudo para que os responsáveis pelo abrigo selecionem o melhor lar para o animal viver.

Responsabilidade
“Nem todos podem adotar. É preciso passar por uma avaliação para vermos se a pessoa tem condições e é responsável”, explica Vanusa Lopes, da ONG Sociedade Humanitária Brasileira.

E completa: “Dar para qualquer pessoa que não dá amor, segurança para o animal escolhido, assistência veterinária e uma acomodação digna, é saber que ele corre o risco de parar na rua novamente”.

Serviço
II Feira de Adoção de Cães e Gatos –   Hoje, das 12h às 17h. Na Praça Central do Alameda Shopping (Comercial Sul de Taguatinga). Para adotar, é preciso levar CPF, RG e comprovante de residência. Informações: 3352-1234. O evento tem entrada gratuita.


Fonte: Da redação do Jornal de Brasília

Nenhum comentário




Latest Articles