Page Nav

HIDE

Últimas notícias:

latest

CAMPANHA - COMBATE A DENGUE


Santa Maria/DF - Agricultores de Santa Maria recebem incentivo

5e6a0457f5e520c811772db7d17e2893_M

Trator, grade, distribuidor de calcário, roto-canteirador e caminhão baú. Esses foram os bens disponibilizados, a custo zero, à Associação de Produtores de Santa Maria (Aprosanta) pela Secretaria de Estado de Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural do Distrito Federal (Seagri). Os bens foram adquiridos com recursos do Fundo de Desenvolvimento Rural – Social (Lei 5.024), no valor total de R$ 251.800,00. A primeira entrega de maquinários a agricultores familiares do DF em 2015 aconteceu na manhã dessa quinta-feira, em Santa Maria Norte.A Secretaria de Agricultura entregou os bens na manhã desta quinta-feira (26) na Zona Rural de Santa Maria Norte para beneficiar produtores de hortaliças e legumes

A Aprosanta representa 19 produtores familiares de hortaliças e legumes. Eles abastecem o Banco de Alimentos do Governo do Distrito Federal (GDF), feiras livres, supermercados e alguns vendem diretamente ao consumidor final. “Estamos em processo de nos tornar produtores orgânicos e essa ação do GDF irá ajudar muito”, disse o presidente da associação, José Rodrigues da Silva.

O secretário de agricultura, que formalizou o termo de entrega do caminhão e trator equipado à comunidade rural, afirmou que o evento registra a conquista de uma luta das associações e organizações, reconhecendo o bom resultado das reivindicações antigas daquela comunidade. Já o administrador de Santa Maria, Nery Brasil, disse que a luta agora será pela regularização da área. “Esses produtores não são invasores e não podem ser tratados como tal. Vamos nos empenhar junto à Terracap na luta pela regularização da área”, avisou.

Além de atender os produtores familiares de Santa Maria, o trator equipado também prestará serviços subsidiados a associações do Conselho Regional do Gama e Recanto das Emas, totalizando 30 propriedades rurais. “O reflexo desse benefício aos trabalhadores é bastante grande, porque os custos caem e a disponibilidade do material é maior por estarem mais perto das propriedades. Antes, os produtores pagavam de R$ 100,00 a R$ 120,00 por hora utilizada do trator; hoje, com a entrega dos equipamentos, o custo cairá pela metade” disse o gerente de sociativismo e cooperativismo da subsecretaria de agricultura familiar da Seagri, Luciano Mendes.

O produtor de hortaliças Francisco André Avelino diz que os custos de sua produção, com o apoio dos maquinários e subsídio do caminhão para o transporte de seus alimentos, irão cair e a produção deve aumentar. “Hoje pagamos R$ 150,00 a hora do trator e precisamos agendar com bastante antecedência e ainda ficamos esperando a disponibilidade dos maquinários. Com esses equipamentos aqui perto a custo menor ganharemos dos dois lados”, comemorou Francisco.

O gerente da Emater do Gama, Pedro Ivo Braga, durante o seu discurso na solenidade de entrega dos bens, disse que os equipamentos significam desenvolvimento futuro para a região. “Esta é uma associação típica de agricultores familiares e a partir de agora vamos mostrar nossa cara. Os trabalhadores rurais de Santa Maria, Gama e Recanto das Emas ganham, em 2015, um novo fôlego”, encerrou.



Fonte: santamaria.df.gov.br

Nenhum comentário




Latest Articles