NOTA OFICIAL PREFEITURA DE SANTO ANTÔNIO DO DESCOBERTO

Acerca da matéria exibida no último domingo (31.05) no programa semanal da Rede Globo Fantástico, a Prefeitura Municipal de Santo Antônio do Descoberto esclarece:


- A matéria não exibiu trechos importantes da entrevista concedida pelo Prefeito Itamar Lemes do Prado apresentando somente acusações do grupo de oposição composto por vereadores e sindicato; 

- Não foram realizadas entrevistas junto a importantes órgãos oficias como Controladoria Geral, Polícia Federal e Polícia Civil, ou seja, as acusações são infundadas ou sem investigações concluídas;

- A denúncia veiculada na reportagem afirma que no Hospital Municipal há anos não são realizados partos, o que não condiz com a verdade. Os relatórios emitidos pela Secretaria de Saúde comprovam que de 2013 até o momento foram realizados 61 partos e somente neste ano 09. Os dados com nomes e documentação das pacientes constam no Hospital Municipal;

- Inverídica também é a denúncia que afirma que houve um gasto de 2 milhões de reais com material de limpeza. Pode ser verificado por qualquer do povo, no Portal da Transparência, que em dois anos foram pagos cerca de 640 mil reais em material à todos os órgãos municipais, quais sejam, prefeitura, escolas, hospital, creches, serviço social e oito secretarias. A empresa fornecedora a época era a Hiper Max, a qual possui toda documentação exigida pela Lei de Licitação, tendo passado pelo procedimento necessário, além de todos os pagamentos contarem com atesto de notas por parte dos setores solicitantes;

- Outra afirmação que falta com a verdade foi a realizada pela representante do Sindicato que alegou que a Prefeitura realizou um contrato de 133 milhões para a terceirização da saúde, fato que não acorreu, conforme documentos constantes no processo, o contrato nunca foi assinado. O próprio Prefeito suspendeu o processo fundado em relatório da Procuradoria Municipal, com data do dia 26.01.2015, antes da denúncia do sindicato ao Ministério Público;

- Sobre a escola em que foram mostradas cenas de alunos debaixo das árvores tendo aulas de reforço e alunos de várias séries em uma mesma sala, o Prefeito solicitou empenho da Secretaria de Educação e do Conselho de Educação na verificação dos fatos para que se comprove se foi uma necessidade isolada do dia, ou uma prática corriqueira sem a conivência e aceitação deste governo;

- O ônibus da saúde mostrado na reportagem como única alternativa para exames, foi solicitado pelo Prefeito a Deputada citada, que é do seu partido, vindo para auxiliar o município há 2 anos;

- Foi exibida também a fala de uma servidora pública em frente ao ônibus da saúde afirmando que no Hospital não há a realização de ecografias, o que é inverídico, já que duas vezes por semana o exame é realizado no hospital mediante marcação;

- Outra denúncia infundada foi realizada pelo vereador da oposição o qual afirmou que com seis empresas, houve um desvio de 30 milhões. Somando os pagamentos realizados às mesmas o valor não ultrapassa 4 milhões. Assim, percebe-se a impossibilidade do desvio 30 milhões do valor real de 4 milhões;

- Diante dos fatos a Prefeitura espera e pede aos órgãos competentes a apuração de todas as denúncias, uma vez que entende que as acusações produzidas visam apenas reflexo nas eleições de 2016, buscando contudo, esse governo unicamente a lisura em suas ações, afirmando tal prática na justiça.

Confira do vídeo do Fantástico:



Fonte - Prefeitura Municipal 

Postar um comentário

0 Comentários