Pacientes de hospitais particulares são vítimas de golpe

Só ontem (30), no Hospital Brasília, do Lago Sul, ao menos cinco pessoas caíram na armadilha

Carla Rodrigues
carla.rodrigues@jornaldebrasilia.com.br


A Polícia Civil investiga um novo golpe aplicado em familiares de pacientes internados em hospitais privados. O objetivo dos golpistas é extorquir dinheiro. Para isso, ligam para os parentes das pessoas hospitalizadas e alegam que é necessário depositar um valor específico. Informam que a quantia pagará cirurgia ou outro procedimento. Só ontem, no Hospital Brasília, do Lago Sul, ao menos cinco pessoas caíram na armadilha. Três registraram ocorrência na 10ª DP (Lago Sul) por estelionato e tentativa do crime.

A assessoria de imprensa do hospital confirmou o fato e afirmou se tratar de um novo golpe, aplicado em todo o País. “Estamos apurando o fato para termos a real noção do que está acontecendo”, afirmou, por telefone, uma das assessoras da instituição.

A estimativa de um familiar procurado pelos golpistas é de que pelo menos sete pessoas tenham depositado o dinheiro pedido. “Acho que eles tiraram uns R$ 17 mil das pessoas, somando tudo. Era muita gente na ouvidoria do hospital. Uns transferiram até R$ 4,5 mil”, conta o economista Luis Gustavo Andrade, 56 anos.

A mãe dele está internada no Hospital Brasília. E os golpistas ligaram direto no celular dele, pedindo R$ 2,5 mil. A desculpa era uma suposta tomografia em 4D. “Eu estranhei. Nunca ouvi falar em tomografia 4D aqui em Brasília. Aí procurei a ouvidoria. Lá, fiquei sabendo das outras histórias”, relata. Ele não chegou a transferir o dinheiro e, por isso, não registrou ocorrência. “Tive a sorte de perceber a tempo”, diz.

O Hospital Brasília orienta os familiares de pacientes que devem buscar a ouvidoria pelo telefone 3704-9419 ou 3704-9410.


Fonte: Da redação do Jornal de Brasília

Postar um comentário

0 Comentários