Entorno 2016 – Começou a disputa

As cidades do Entorno do Distrito Federal, começam a viver o clima eleitoral para as próximas eleições que promete ser uma das mais acirrada jamais vista na região. Em Novo Gama a disputa poderá ter três frentes.



Considerado um dos locais com o maior número de eleitores do Estado de Goiás, o Entorno do Distrito Federal já começa a se movimentar objetivando as eleições de 2016. A região é composta por 19 municípios normalmente esquecidos por diversas administrações estaduais, e que carecem de infraestrutura e segurança pública, principalmente, se prepara para mais um embate eleitoral. Ao aproximar o período eleitoral, porém, uma velha história de se repete. Surgem políticos com mirabulosos projetos eleitorais visando mudanças profundas, com promessas animadoras e muitas vezes, caem nas graças dos eleitores que almejam dias melhores para os seus município.


Há o fato também, de velhas raposas que por algumas dessas cidades já passaram, deixando suas marcas negativas, muitas das quais comandaram por mais de dois mandatos consecutivos e deixaram rombos irreparáveis nos cofres públicos, e que diante do atual cenário em que se encontram muitas dessas prefeituras, uma vez que em algumas, agora é que a gestão administrativa começou a colocar a “casa em ordem”, ao negociarem dividas passadas, voltam com a cara mais lavada, prometendo que “agora será diferente”. Infelizmente, o povo mais uma vez se ilude diante de tanta “cara de pau” e acaba caindo mais uma vez nas falácias apresentadas por esses autointitulados “salvadores da pátria”. Que salvadores, pois pelo que consta, usurparam os cofres municipais até a última gota e só entregaram seus postos ora ocupados, pois foram despejados por seus eleitores.


As estratégias visando as eleições próximas começaram a ser definidas e bem arquitetadas, fazendo com que disputa seja bastante acirrada. Além de ser uma região com quatro cidades entre os dez maiores colégios eleitorais do Estado (Luziânia, Formosa, Valparaíso e Aguas Lindas), o Entorno concentra mais de um milhão de habitantes atraídos pelas oportunidades refletidas por Brasília.

Os candidatos e suas cidades

No Valparaiso, a volta de Leda Borges (PSDB), atualmente deputada estadual e super secretaria do governo do estado é dada como certa por correligionários. Caso seja realmente candidata ao posto, diga-se de passagem, está liderando as recentes pesquisas eleitorais, será uma adversária de peso na disputa eleitoral de Valparaiso, contra a então prefeita Lucimar (PT).


Já em Novo Gama, a disputa tende a acontecer entre três frentes. A primeira liderada pelo prefeito Everaldo Vidal (PPL) que está reconquistando a confiança da população diante das inúmeras obras que estão sendo realizadas no município. A segunda, da ex-prefeita e ex-deputada estadual Sônia Chaves (PSDB) que perdeu as duas últimas disputas, das quais, uma foi para o atual prefeito e a terceira frente, caso aconteça, poderá ser encabeçada por um candidato da chamada “terceira via”. Comenta-se pelos bastidores que Carlinhos do Mangão (PSB) poderá ser o candidato. Todavia, ainda não há uma definição quanto a tal candidatura.


Ainda é cedo para se falar em disputa. Porém, os possíveis candidatos e postulantes ao cargo de prefeito de Novo Gama já estão esquentando as turbinas para a corrida eleitoral na busca de conquistar os votos dos quase 50 mil eleitores do município.


A parte triste da disputa, que é corriqueira em campanhas eleitorais e está acontecendo, principalmente em Novo Gama, é o fato de postulantes ao cargo denegrirem a imagem pessoal, principalmente, do atual prefeito Everaldo Vidal. Se forem analisados a coerência das ofensas proferidas por parte dos adversário de Everaldo, nota-se que não há qualquer fundamentação no que falam. Ainda há o fato de que seus adversários possuem registrados em seus passados políticos, ações judiciais, algumas já transitadas em julgado (quando não cabe mais recursos) e ainda assim, insistem em transferir suas irresponsabilidades políticas aos adversários, se pousando de bons moços e merecedores de uma “terceira ou quarta chance”, sob o argumento de que “agora a coisa vai mudar”.

Pelo visto a disputa em Novo Gama será mesmo acirrada e vencerá quem tiver melhor argumento para convencer os eleitores de que é merecedor da confiança desses. Ao longo de 16 anos, o eleitor novogamense está tendo uma noção de quem realmente se preocupa com a cidade e está disposto a colocar a cidade rumo ao desenvolvimento, uma vez que os possíveis candidatos, são os mesmo que já comandaram ou comanda a Prefeitura Municipal da cidade.


Fonte - Agencia Satélite

Postar um comentário

0 Comentários