Erivaldo Alves, presidente da Federação de Futebol do DF


O ano de 2015 acaba com um tom de esperança para o futebol candango. Depois de uma temporada negra sob o comando de Jozafá Dantas, um conluio dos clubes acabou mudando o comando e a atitude da entidade. Sob a presidência de Erivaldo Alves, a Federação passou por um autêntico "banho de loja" e se reinventou animando o esporte local.

Apesar de ainda estar colhendo os frutos de uma "herança maldita", Erivaldo vê com bons olhos o futuro do futebol candango. E sem sombra de dúvidas uma das maiores vitórias do presidente foi a aprovação do novo Estatuto da Federação que muda as regras de chegar ao poder da entidade inibindo aventureiros e pessoas fora do meio futebolístico. Erivaldo falou de sua experiência nos primeiros meses à frente da Federação, a segunda divisão e o papel da Globo que vai transmitir apenas os jogos finais novamente. O BLOGAMA esteve na última reunião dos clubes que definiu o calendário 2016 e conversou com o dirigente.

ESTATUTO
"Fizemos uma revolução, uma reforma estatutária já que nosso Estatuto estava defasado, desde 2004 que não se fazia uma reforma estatutária. Também têm Federações que possuem 40 anos sem reformas estatutárias e nós fizemos. Reorganizamos a casa tanto do ponto de vista administrativo quanto financeiro, agora é bola pra frente pra que a gente em 2016 possa fazer um grande candangão. A reforma do Estatuto pra mim foi um sonho realizado porque isso inibe a corrupção. Eu estive na CBF e vi que tem muitas federações que não fazem reformas estatutárias. Essa crise vivenciada não só no futebol nacional como também mundial se você fizer uma gestão mais transparente evita a corrupção. Eu vi dois presidentes de federações votando no lugar de clubes, isso eu acho que não ajuda né? Inclusive algumas federações do Nordeste se uniram para pedir uma mudança no estatuto da CBF também".

BALANÇO
"Tinha aproximadamente uns 400 mil reais de dívidas. Ainda estamos no vermelho mas estamos trabalhando para sair do vermelho Ainda devemos R$ 70 mil de arbitragem do ano de 2014 e nós vamos pagar porque afinal são pais de família e não podemos começar 2016 em débito com a arbitragem".

JOGOS DA ÉPOCA DE JOZAFÁ
"Nós não sabemos o que foi feito do dinheiro arrecadado com os jogos realizados no Mané Garrincha. Nós contratamos uma auditoria e a assembléia vai deliberar sobre as atitudes que iremos tomar.. Tem vários indícios de irregularidades como uma imobiliária, a Federação tem várias salas alugadas e algumas delas chegavam a a ganhar 55% do valor dos aluguéis. O presidente anterior ainda está de posse do Celular e de um carro doado pela CBF e pela Chevrolet, mas nós vamos tomar as providências cabíveis para retornar esses bens".

O QUE FAZER PARA O CANDANGÃO 2016
"Primeiro precisamos dos laudos para liberar os estádios. Nada melhor do que começar uma competição com a presença do torcedor nos estádios".
MUDANÇA NO NOME DA FEDERAÇÃO
"Foi praticamente uma unanimidade essa mudança do nome para Federação de Futebol do Distrito Federal porque dá mais representatividade. Nós temos cidades satélites e clubes do entorno e isso só vem a fortalecer o nosso futebol".

ESTÁDIOS FECHADOS
É uma pergunta oportuna que deve ser feita ao governo. O Governo do Distrito Federal está nos ajudando bastante. Esse problemas nos estádios eu não irei culpar o governo atual porque são locais que existem a mais de vinte anos e estão sem reformas. Então com esse padrão FIFA, com essa nova lei você precisa adequar os estádios. Mas nós estamos trabalhando com quatro estádios do DF em condições para fazer um campeonato com portões abertos e com a presença do torcedor. E com relação à segunda divisão, foi bastante positiva, eu vou corrigir os erros cometidos na segunda divisão deste ano pra não acontecer na primeira. Foram 67 jogos sem nenhuma ocorrência, então pra mim foi um sucesso. Hoje nós temos o Mané Garrincha, o Bezerrão e o Abadião e estamos trabalhando para liberar o Augustinho Lima e o Serejão. Parece que falta ao Augustinho Lima só um pára-raios, já a questão do Serejão é com relação à arquibancadas, alambrados, pinturas e retiradas de algumas pedras. O Mané pode ser usado pelos clubes desde que eles arquem com os custos. Me parece que o Brasília estaria fazendo esforços para mandar jogos lá".

COMO TORNAR O CANDANGÃO ATRATIVO
"Olha a Federação esse ano fez uma coisa inédita, pela primeira vez colocamos uma premiação de R$ 205 mil reais para tornar o campeonato mais atrativo, mais competitivo, né? Serão R$ 150 mil para o campeão, R$ 50 mil para o vice, R$ 2.500 para o goleiro menos vazado e R$ 2.500 para o artilheiro. E a Federação também vai bancar a ambulância e a arbitragem, isso ao todo vai dar uns R$ 400 mil. Então nós vamos arcar com estas despesas, estamos buscando parcerias e com fé em Deus vai dar tudo certo".

FIM DA TERCEIRA DIVISÃO E NOVAS FILIAÇÕES
"Brasília hoje não tem condições de ter uma terceira divisão. Ela vai voltar um dia mas só a partir de 2020 a partir das novas filiações. Quando nós tivermos clubes nas séries A, B ou C podemos pensar. Hoje nós estamos em 17º no Ranking (RNF da CBF) e temos que nos reorganizar para subir de nivel. Mas hoje não dá".

TABELA
"Dia 10 de janeiro eu vou estar divulgando a tabela com as quatro primeiras rodadas. Então serão repassadas para a imprensa em seguida para a Secretaria de Segurança para não acontecer de marcar um jogo e ser cancelado. Mas não cabe à Federação escolher o mando de campo dos clubes, eles têm até o dia 10 para definir isso. Se isso não acontecer aí sim a federação vai indicar o mando de campo dos clubes".

PAPEL DA TV ABERTA
"Olha, o papel da (Rede) Globo é fundamental nesse campeonato. Enriquece e fortalece nosso campeonato para ter nosso futebol no cenário nacional novamente. Essa parceria com a Globo veio no momento certo, só temos que agradecer a esta parceria".

COMPETIÇÕES EM 2016
A Federação em conjunto com os dirigentes de clubes definiram as datas das competições organizadas pela entidade em 2016. A segundona teve seu início antecipado para Julho e foi aberta a possibilidade da criação de uma nova competição a ser disputada por todos os campeões e vice de juniores do Brasil seguindo os moldes da Copa São Paulo e Copa BH:


CANDANGÃO 1ª DIVISÃO: De 30/01/2016 a 07/05/2016
CAMPEONATO FEMININO: De 13/03/2016 a 29/05/2016
CAMPEONATO DE JUNIORES: De 10/04/2016 a 26/06/2016
CANDANGÃO 2ª DIVISÃO: De 05/06/2016 a 28/08/2016
TAÇA BRASÍLIA DE FUTEBOL JÚNIOR: Outubro e Novembro de 2016

Fonte - Blogama

Postar um comentário

0 Comentários