Estudante de 26 anos desaparece após discutir com namorada

Douver Barros


A família de Bruno Sobrinho, 26 anos, está empenhada nas buscas pelo jovem que desapareceu por volta das 2h de domingo (1º), e desde então não deu mais notícias. Morador de Sobradinho, Bruno saiu de casa a bordo de um carro, sem dinheiro ou documentos. O veículo, segundo Mário Sobrinho, pai do desaparecido, foi encontrado amassado em um matagal, nas proximidades de uma fazenda, em São Gabriel (GO), sem vestígios do rapaz.

De acordo com Mário, o jovem chegou em casa bastante alterado após discutir com a namorada. "Ele ficou transtornado, perdeu completamente o controle emocional", disse o pai, ao lembrar que Bruno "é um homem carinhoso, educado e que nunca havia apresentado um comportamento semelhante".

A família recebeu, na madrugada desta quarta (4), a informação de que o homem foi visto pedindo carona em um posto de combustíveis nas proximidades de Cavalcante (GO). Em razão disso, os pais estão se deslocando para o município goiano, na tentativa de encontrá-lo. "Essas informações nos confortam por sabermos que podemos encontrá-lo com vida", disse o pai.

Formado em Administração, Bruno estuda Serviço Social na Universidade de Brasília (UnB). Ele trabalhava com o adestramento de cães e, duas vezes por semana, se dedicava a ministrar aulas para crianças. O jovem mede 1,80m e pesa cerca de 78kg. Informações sobre seu paradeiro podem ser comunicadas por meio dos telefones: (61) 8609-3786 e 3387-0938. 

Desfecho feliz

Foi localizada, na manhã desta quarta (4), em Unaí (MG), Larissa Francisca Mota Fernandes, de 18 anos. A jovem havia desaparecido também no domingo (1º), quando saiu da casa de um parente, na Candangolândia, afirmando que dormiria na casa da avó do namorado, em Ceilândia. Ela teria viajado para o munícipio mineiro na manhã seguinte.

Segundo a mãe de Larissa, Jordiene Fernandes, a própria jovem ligou e informou seu paradeiro. "Acabei de falar com ela. Está tudo bem e já vamos providenciar a volta", disse a mãe, emocionada. "Agradeço a ajuda de todos na procura por minha filha".


Fonte: Da redação do Jornal de Brasília

Postar um comentário

0 Comentários