Santa Maria promove grande caminhada contra abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes

Na manhã da última quarta-feira (18), crianças, jovens e adultos se somaram para celebrar o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, que tem como objetivo mobilizar, sensibilizar, informar e convocar toda a sociedade a participar da luta em defesa dos direitos de crianças e adolescentes.
Organizada pela Rede Flor do Cerrado, grupo é composto por órgãos de proteção à crianças e adolescentes, dentre os quais se destacam: Administração Regional, Regional de Ensino, Conselho Tutelar, Cras, Cose, Conselho de Saúde, Associações, Lideranças, entre outros segmentos. A caminhada começou a ser formada em duas frentes. A primeira se concentrou na Escola Classe 215 e a segunda na Escola Classe 206, ambas em Santa Maria. Após concentração, saíram todos em caminhada pela Avenida Alagados acompanhada por dois trios elétricos e escoltada pela PMDF, Corpo de Bombeiros e Detran, se encontrando no ginásio de esportes localizado no espaço cultural ao lado da administração da cidade, aonde os participantes da caminhada, principalmente as crianças participaram de uma palestra em que foi explicado os motivos que deram origem ao dia, conscientização quanto ao combate, orientação às crianças para identificarem possíveis abusos e distribuição de panfletos e adesivos alusivos à campanha.
Segundo o Conselheiro Tutelar Izaquiel Souza, a melhor maneira de se combater a violência sexual contra crianças e adolescentes é a prevenção. “É necessário um trabalho informativo junto aos pais e responsáveis, a sensibilização da população em geral e dos profissionais das áreas de educação e jurídica, com a identificação de crianças e adolescentes em situação de risco e acompanhamento da vítima e do agressor”, frisou.
Ele ainda enfocou que Santa Maria é uma das cidades que mais possui casos de abusos no DF. “Recebemos em média aproximadamente 20 denúncias por mês feitas pelas escolas, Disk 100 e as que chegam no próprio Conselho Tutelar. Normalmente o abusador é uma pessoa próxima da família, não necessariamente um familiar e sim um amigo ou vizinho que detém confiança”, explicou.
Outro ponto levantado por Izaquiel é a explicação, muitas vezes dada pelo suspeito de que não chegou a tocar na vítima. Mas, o conselheiro informa que o “ato libidinoso” já configura o crime e estupro previsto no art. 217 “A”, do Código Penal. Ele completa ainda que qualquer tipo de relação com e menor de 14 anos de idade confira em “estupro de vulnerável” com pena que pode chegar a 15 anos de prisão.
“Infelizmente o abuso é um crime enraizado e que se tornou corriqueiro na sociedade há vários anos, sendo necessário a mobilização da comunidade para o combate. Há ocasiões que somos informados de abusos quando a menor está em trabalho de parto no hospital da cidade. Ao tomarmos ciência, somos surpreendidos com a notícia de que a menor está convivendo maritalmente com o abusador e ainda com a conivência dos pais. Isso não desconfigura a prática do delituosa e sim a torna um agravante contra o suspeito”, relatou o conselheiro.
Izaquiel explica que a família ao não denunciar o fato às autoridades, essa passa a ser conivente e passiva de punição. “É dever dos pais zelar pela integridade física dos seus filhos, reconhecendo que são pessoas em desenvolvimento e deve ter os seu direitos garantidos”, falou.
“Além da prevenção, o combate a essa realidade exige que os casos sejam denunciados. Portanto, quem souber de algum caso de violência sexual infantil deve procurar o conselho tutelar, delegacias especializadas, polícias militar ou civil ou ainda ligar para o Disque Denúncia Nacional, no número 100”, lembrou.

“Para Santa Maria é muito importante a realização de um evento como esse, pois, não é uma comemoração e sim uma oportunidade de conscientização de toda a comunidade para um problema crescente e que deixa uma ferida exposta e um sofrimento profundo nas nossas crianças e adolescentes por toda a vida”, finalizou.



Fonte - Agência Satélite
Leia também em www.agenciasatelite.com.br 

Postar um comentário

0 Comentários