APAE é 11: Romário anuncia jogo solidário no próximo dia 30

Romário lançou o projeto APAE é 11 ao lado da presidente Diva Marinho e de beneficiários da entidade. Foto: Myke Sena
Pedro Marra
torcida@grupojbr.com

O senador Romário (Podemos-RJ) foi goleador dentro de campo e, fora dele, marcou mais um golaço. Ao lado da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais do Distrito Federal (APAE-DF), instituição sem fins lucrativos, o Baixinho lançou ontem, em entrevista coletiva, o projeto APAE é 11, em alusão à camisa que usou durante toda a carreira. Assim, o craque anunciou um jogo solidário no próximo dia 30, feriado do Dia do Evangélico, no estádio do Bezerrão, no Gama. Personalidades do esporte e da política estão entre os convidados, como Iranildo, Lúcio, Tiririca, o filho Romarinho e o pugilista e ex-deputado Popó Freitas.

Ao ser perguntado pelo Jornal de Brasília sobre novos projetos para o futuro com o órgão parceiro, Romário cravou. “Posso antecipar que ano que vem terá o evento novamente. O importante é mostrar às pessoas o que é feito pelos deficientes. Houve uma melhora muito grande para a inclusão deles no mercado de trabalho”, adiantou.

A presidente da APAE-DF, Diva Marinho, ressaltou a importância do apoio recebido pela ex-jogador. “A realização deste evento, por iniciativa do Romário, é importante por dar visibilidade e incentivar a continuidade do nosso trabalho social. Nossa expectativa é dividir os alimentos com outras institui ções do DF”, explicou.

O acesso do público ao evento será mediante a doação de 1kg de alimento não perecível. As arrecadações serão destinadas às quatro unidades da APAE-DF e a outras instituições beneficentes.

Deficiente em foco

A entidade atende pessoas com deficiência intelectual acima dos 14 anos de idade. A Apae-DF também assessora outros 250 jovens e adultos com deficiência inseridos no mundo do trabalho. “O que nós fazemos é dar atendimento para pessoas com deficiência intelectual. São adolescentes, jovens e adultos que são incluídos na sociedade”, comenta Diva.

Romário esclareceu que espera reflexão do público sobre a causa e não medirá esforços para defender os deficientes. “Tenho 12 anos de contato com uma pessoa deficiente e sei como é a rotina. Mas elas têm sim capacidade de mostrarem-se aptas a ajudar o país a ir para frente. Se depender de mim, a luta será constante.”

Antes do jogo principal, uma partida entre os professores e pessoas com deficiência da Associação será realizada. Os portões abrem às 14h para o público. Mas a programação começa a partir das 15h, com números musicais, humor e arte inclusiva.

SERVIÇO

APAE É 11 – Futebol em Favor das Pessoas com Deficiência

Data: 30 de Novembro (quinta-feira/feriado)

Horário: a partir das 15h (portões abrem às 14h)

Local: Estádio do Bezerrão – Gama/DF

Entrada: 1kg de alimento não perecível

Classificação: Livre


Fonte - Jornal de Brasilia

Postar um comentário

0 Comentários