Morre Bebeto de Freitas, treinador da geração de prata

Bebeto de Freitas havia participado do lançamento do time de futebol americano do Atlético-MG pouco antes de passar mal (Pedro Souza/Atlético-MG/Divulgação)

Ex-comandante da seleção brasileiro em Los Angeles-1984, ele sofreu um infarto após apresentar o time de futebol americano do Atlético-MG, do qual era dirigente

Morreu na tarde desta terça (13), o ex-treinador da seleção brasileira masculna de volêi Bebeto de Freitas, que ocupava o cargo de diretor de controle e administração do Atlético-MG. O dirigente, de 68 anos, havia participado do lançamento do time de futebol americano do clube mineiro e, pouco depois, passou mal. Com quadro de infarto, foi atendido por médicos do Galo e encaminhado para o Hospital Mater Dei, em Belo Horizonte, mas não resistiu.

A morte foi confirmada pelo prefeito da capital mineira e ex-presidente do Atlético-MG, Alexandre Kalil, por meio do Twitter. Bebeto havia sido diretor executivo do time mineiro em 2009, na gestão de Kalil, e entre 1999 e 2011, na administração de Nélio Brant. Antes havia sido presidente do Botafogo, seu clube do coração, entre 2003 e 2008.

Mas a maior contribuição esportiva de Bebeto foi no vôlei. Onze vezes campeão carioca pelo Botafogo e membro da seleção nos Jogos Olímpicos de Montreal-1976, ele foi treinador da 'geração de prata' da seleção brasileira masculina de vôlei nos Jogos de Los Angeles-1984, que consagrou nomes como Bernard, Renan (atual técnico da seleção), Montanaro, William e Bernardinho. Bebeto ainda treinou a seleção na Olimpíada seguinte, em Seul, em 1998, quando o Brasil foi 4º lugar.

Posteriormente, o diriegente treinou o Parma, no campeonato italiano de vôlei, sendo convidado para treinar a seleção italiana. Comando a Azzurra entre 1997 e 1998, conquistando a Liga Mundial de 1997 e o Mundial de 1998. 

O ex-jogador Nalbert, ao saber da morte de Bebeto, parecia não acreditar. "Meu Deus!!!! Por favor, diz que é mentira essa notícia sobre o Bebeto de Freitas!!!!! Bebeto é ídolo, monstro do nosso esporte!! Jesus...", escreveu o ex-capitão da seleção brasileira, no Twitter.


Fonte - Correio 24horas

Postar um comentário

0 Comentários