Homem morre em AL e família pede ajuda para traslado ao Entorno do DF

Cabelereiro de Santo Antônio do Descoberto morava há dois anos em Maceió (AL). Ele morreu depois de passar mal e ser internado

DISTRITO FEDERAL
REPRODUÇÃO/FACEBOOK
O cabeleireiro Evandro Rafael de Lima, de 41 anos, morreu em Maceió (AL), onde trabalhava há cerca de dois anos, após passar mal e ser internado. A família pede ajuda financeira para transportar o corpo para Santo Antônio do Descoberto, no Entorno do Distrito Federal, na segunda-feira (7/1).

A irmã dele, Catiane Cláudia de Lima, de 35 anos, foi até a capital alagoana para tratar dos trâmites. “Por enquanto não fui ao IML [Instituto Médico Legal] porque, se eu for, vão liberar o corpo e a gente não tem o dinheiro para levá-lo ao aeroporto”, contou.

Segundo Catiane, ainda não há confirmação da causa da morte. Ela conta que vizinhos disseram que ele passou mal e foi levado para o Hospital Geral do Estado (HGE), em 2 de janeiro. Na madrugada de sexta-feira (4), Evandro faleceu.
“Enviaram uma mensagem falando que ele foi internado, mas sem dizer o motivo. Comecei a procurar contatos, e uma vizinha me disse o que aconteceu”, relatou.
Os custos para o transporte do corpo vão ficar em cerca de R$ 6 mil, segundo os cálculos dos familiares. A conta corrente da irmã está disponível para receber depósitos.

Caixa Econômica Federal
Agência: 4223
Conta: 1318-3
Operação: 013
Titular: Catiane Cláudia de Lima


Fonte - Metrópoles

Postar um comentário

0 Comentários