Ao contrário de outras ocasiões aonde havia grande repercussão e aglomeração de pessoas para prestigiar o lançamento de tais obras na cidade, desta vez, apenas 17 espectadores prestigiaram o “seu início”, entre os quais, a própria deputada e madrinha da cidade, Jaqueline Silva, que trouxe a tira colo o seu esposo, conselheiro e articulador político, além de alguns assessores, simpatizantes e pessoas da comunidade. Público inexpressivo para a importância de tal obra. Talvez por falha da sua assessoria, ou até mesmo por não terem sido convidados, nem mesmo a representantes do poder Executivo e de outros deputados distritais que também destinaram recursos e participaram de alguma forma da elaboração do projeto, não estiveram no evento. 

O “lançamento da obra” ocorreu na manhã da última segunda-feira (10), após longos 27 anos de espera, tempo em que houve várias promessas e pouco empenho para a sua realização que é de bastante relevância para a comunidade. 

Em contato com a assessoria de comunicação da RA, essa informou que possivelmente “problemas de agenda esvaziou o evento”. 

Lideranças locais também se mostraram indignados com a postura da assessoria de Jaqueline que, segundo eles, “não divulgaram o lançamento da obra”. “É inadmissível uma parlamentar que se diz madrinha da cidade, fazer dela propriedade sua, ao não informar o povo sobre benfeitorias importantes para ela, e até mesmo convidar as verdadeiras lideranças a participarem de tais eventos benéficos para a cidade. Saudades da época de Joaquim Roriz aonde um evento de tal natureza reunia milhares de pessoas e a presença de autoridades dos três poderes, ”, informou uma liderança local. 

Outro ponto foi o fato de a imprensa, não tomar conhecimento do lançamento da obra. Nem mesmo grupos de notícias locais divulgaram tal coisa. A assessoria da parlamentar não informou o porquê de não ter havido convite. 

Da obra 
De acordo com o site de entretenimento e notícias SantaOnline, o novo terminal deverá ficar pronto até julho de 2021. A estrutura contará com 53 box para ônibus, 60 vagas de estacionamento e 25 para motos e bicicleta, além de lanchonete e banheiros, todos acessíveis. 

O valor total da obra será de 4.790.729,44, desse total, 1,5milhões é de emenda proposta pela deputada madrinha da cidade. O restante é proveniente de emendas de outros deputados distritais e do GDF. A empresa Planarte Engenharia Eireli é a responsável pela obra. 

Independente de não ter havido público para prestigiar o lançamento da obra, o importante é que em breve a população da cidade, principalmente, os moradores do Setor Sul, contará com mais um terminal e de bastante relevância. 


Fonte - Agência Satélite - Foto: SantaOnline

Leia também em www.agenciasatelite.com.br