PCDF prende casal que executou detento com tiros na cabeça

De acordo com as investigações, Lindomar Ferreira da Costa, 41 anos, teria sido morto por vingança. Crime ocorreu na porta do CPP, no SIA

REPRODUÇÃO

Em uma operação conjunta entre a 8ª Delegacia de Polícia (SIA) e a 31ª DP (Planaltina), investigadores prenderam um casal suspeito de executar com tiros na cabeça um presidiário que havia acabado de deixar o Centro de Progressão Penitenciária (CPP), em 19 de agosto do ano passado. O crime, segundo as investigações, foi motivado por uma briga ocorrida dentro do presídio. Um terceiro suspeito também foi detido, em Valparaíso, no Entorno do DF.

As apurações feitas pela PCDF apontam que Lindomar Ferreira da Costa, 41 anos, foi assassinado após agredir um dos suspeitos durante uma briga dentro do CPP. Como vingança, um grupo articulou a execução, que seria feita logo após a vítima deixar a penitenciária para trabalhar. O casal foi preso na quadra QD 26, na região do Buritis IV, em Planaltina.

O outro suspeito já estava encarcerado na cadeia pública de Valparaíso por outros crimes delitos. Todos os autores, de acordo com a PCDF, têm antecedentes criminais como tráfico de drogas, homicídio e roubo. Os presos são considerados de alta periculosidade.


Fonte - Metrópoles

Postar um comentário

0 Comentários