Urgente! Gestores de Novo Gama podem estar omitindo dados do Covid-19, inclusive óbitos

As denuncias são graves e pode trazer sanções ao município caso comprovadas 

Situada a 36,6 km da capital federal do Brasil, na divisa com o Distrito Federal e ao lado de uma das regiões mais críticas em contagio, fazendo limítrofe com duas das cinco cidades goianas com mais casos de COVID-19, Luziânia e Valparaíso de Goiás, Novo Gama vive um clima de desconfiança e insegurança quanto aos dados divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde. 

Em seus boletins de atualização com relação ao COVID-19, a secretaria de saúde de Novo Gama alega que o município não possui nenhum caso confirmado e todos os casos suspeitos foram descartados. 

Porém, a realidade pode ser outra, muito mais grave, que pode colocar cidadãos em vulnerabilidade ao risco de contaminação pelo novo coronavírus em possível omissão de dados oficiais. Há relatos de moradores que acusam o poder publico de maquiar os dados para fazer politicagem. 

A equipe do Madeirada News tem recebido diariamente relatos de famílias que, ao comparecer em uma unidade de saúde da cidade de Novo Gama, são encaminhadas para o DF e orientadas a informarem um endereço de Santa Maria DF ou Gama DF, para facilitar o atendimento nos hospitais da rede pública do Distrito Federal. A denuncia é gravíssima e pode indicar crime contra a vida por parte dos gestores da cidade. O Município estaria sobrecarregando a rede de saúde do DF, e aumentando a contagem de infectados no Distrito Federal, interferindo nos reais dados da cidade e da Capital Federal. 

Recentemente a nossa equipe recebeu a cópia de dois atestados de óbitos, um pertencente a uma moradora do Residencial Alvorada (Bairro de Novo Gama - GO) e outro de uma moradora do bairro Pedregal, na parada 04. Ambos dão como causa mortis de COVID-19. As duas vítimas vieram a óbito no Hospital Regional de Santa Maria-DF. 

Após ter acesso aos documentos e fotos do sepultamento ocorrido no Cemitério Memorial de Novo Gama (Lunabel), ambos com caixões lacrados e sem a permissão da presença de familiares (vide foto a cima) dando indicação clara de pacientes que evoluíram a óbito por COVID-19, a nossa equipe começou a suspeitar da veracidade das denuncias recebidas, que indicam possível maquiagem nos dados para ocultar real situação de contagio no município. de Novo Gama. 

De posse de todas essas denuncias enviadas por moradores da cidade, a equipe do Madeirada News entrou em contato com a secretária de saúde do município, Sra. Wisliane Maximiliano, e questionou dados veiculados pela secretaria. 

Em sua resposta ao Jornalista Valter Hamilton, Wisliane se limitou a informar que não tinha conhecimento dos dois casos e nem havia sido informada pela vigilância sanitária da cidade e que todos os procedimentos e protocolos da OMS (Organização Mundial de Saúde) estariam sendo cumpridos. 

Havendo a comprovação das denúncias, Novo Gama poderá ser responsabilizado pelo pela omissão de dados, omissão de socorro. Além de sofrer sanções e gerar atritos entre os Governos do Distrito Federal, Governo de Goiás, prefeitos das cidades do entorno sul de Brasília, juntamente com o Ministério da Saúde. 

Além de não estar possibilitando os moradores da cidade de se precaverem, a Prefeitura de Novo Gama, através da Secretaria de Saúde e Vigilância Sanitária, poderá estar passando falsa ilusão de que não há vírus circulando no Município, facilitando que as pessoas não possam aderir ao isolamento. 

Comprovado os dados, poderão também responder ao Ministério Público Federal, TJGO, TJDFT e a pasta da Secretaria de Saúde ser submetida a apuração pela Câmara de Vereadores de Novo Gama, através de sanções aos Gestores e até mesmo suas cassações.


Fonte - Madeirada News

Postar um comentário

0 Comentários