Page Nav

HIDE

Últimas notícias:

latest

CAMPANHA - COMBATE A DENGUE


JUSTIÇA - Justiça absolve PM acusado da morte de um jovem de 14 anos durante perseguição em SP

Luan Gabriel ia ao mercado comprar biscoitos quando foi atingido pelo policial Alécio de Souza. Caso aconteceu em São Paulo em 2017

Reprodução/Redes

O policial militar Alécio José de Souza, acusado de matar com um tiro na nuca adolescente que ia ao mercado comprar biscoitos em Santo André (SP), foi absolvido pela Justiça de São Paulo nessa quarta-feira (27/7). O caso aconteceu em novembro de 2017. Luan Gabriel Nogueira de Souza tinha 14 anos.

Alécio alegou que, no dia, estava com outro policial à procura de criminosos de moto no ABC Paulista, e que atirou em defesa após ser alvo de disparos — entretanto, nenhuma arma foi encontrada na região. Testemunhas relataram que Luan estava no local cumprimentando colegas.

Após dois dias de julgamento, os jurados do Tribunal do Júri de Santo André acolheram o argumento da defesa de Alécio e concluíram que ele agiu por legítima defesa na ocasião. A decisão que inocenta o policial foi publicada pela juíza Milena Dias.

Para a advogada do acusado, Flávia Artilheiro, a decisão confirma uma ação policial legítima.

“São muitos os desafios da carreira policial, inclusive a possibilidade diária de confronto com marginais. No julgamento do cabo Alécio, pudemos perceber que a sociedade está atenta a essa realidade e pronta a responder com justiça. A legítima defesa, portanto, com base na prova dos autos, foi devidamente reconhecida”, comentou Artilheiro ao Metrópoles.
Após a decisão, familiares e amigos de Luan protestaram em frente ao Fórum da cidade. A mãe do jovem, Maria Medina Costa Ribeiro, afirmou que pedirá recurso ao Ministério Público. A Promotoria analisa, nos próximos dias, se recorrerá junto ao TJSP.

Nenhum comentário




Latest Articles