Page Nav

HIDE

Últimas notícias:

latest

CAMPANHA - COMBATE A DENGUE


POLÍCIA - Após reprovar em teste físico da PCDF, candidato tenta subornar fiscal

Ronaldo José Freitas é gerente administrativo da Polícia Federal, lotado no aeroporto de Recife (PE) e foi indiciado por corrupção ativa

iStock

Um candidato do concurso de agente para a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) foi preso em flagrante nesta quinta-feira (28/7) após oferecer suborno a um fiscal do Teste de Aptidão Física (TAF) para que ele mudasse o total de metros percorridos. Ronaldo José Freitas é gerente administrativo da Polícia Federal, lotado no aeroporto de Recife (PE).

O caso ocorreu no Centro de Capacitação Física (Cecaf) dos Bombeiros no, Setor Policial Sul (SPS). Conforme relato da própria fiscal à 1ª DP (Asa Sul), ela abordou Ronaldo após o fim dos 12 minutos regulamentares e informou que o total de metros percorridos foi 2.170, sendo que o mínimo para aprovação é 2.350m.

Sabendo que não passaria, o candidato questionou se seria possível trocar o número 1 pelo 3, transformando 2.170m em 2.370m. A fiscal informou que a prova era filmada, mas o candidato insistiu e teria perguntado: “O que você quer para mudar o resultado?”.

Diante da tentativa de corrupção, a mulher reportou o fato ao coordenador-geral do curso, que pediu a prisão de Ronaldo.

Em depoimento, o suspeito confirmou que pediu a troca do número 1 pelo 3 por duas vezes, mas não disse que chegou a tentar corromper a fiscal.

Ronaldo foi indiciado por corrupção ativa e não teve a possibilidade de pagar fiança, uma vez que a pena do crime supera os quatro anos de prisão.

Fonte - Metrópoles

Nenhum comentário




Latest Articles