Page Nav

HIDE

Últimas notícias:

latest

CAMPANHA - COMBATE A DENGUE


ABORTO - Além de Lula (PT), mais três candidatos à Presidência defendem a legalização do aborto

Dentre os presidenciáveis que se declaram de esquerda, Lula e Ciro Gomes evitam o tema em seus programas de governo, mas abertamente discursos o Petista já declarou apoio ao tema.

Dario Oliveira/NurPhoto via Getty Images

Mais três candidatos à presidência da República deixaram explícito, em seu plano de governo, que, caso eleitos, irão trabalhar para legalizar o aborto no Brasil. O trio, entretanto, não figura entre os favoritos na disputa.

Em comum é que as três candidaturas são de partidos nanicos de esquerda. Léo Péricles (UP), Sofia Manzano (PCB) e Vera Lúcia (PSTU), sem ter muito a perder, propõem mudança na atual legislação brasileira no tema.

“Além da ampliação da licença maternidade e paternidade, defendemos a legalização do aborto, com garantia de atendimento na rede pública de saúde”, diz Manzano em seu programa.

Péricles e Lúcia também falam em legalização e não apenas em descriminalização, que retiraria a interrupção da gravidez da legislação penal.

Tema ignorado

Outros dois candidatos autodeclarados de esquerda da disputa, Lula (PT) e Ciro Gomes (PDT) evitam falar sobre a polêmica temática em seus planos de governo.

Lula, que na pré-campanha chegou a declarar que aborto era uma questão de saúde pública e afirma ter “direitos reprodutivos” nas diretrizes de seu plano, divulgou suas propostas sem menção ao tema.

Apesar da polemica do tema, o petista demonstra a todo tempo durante suas aparições públicas, quando é tratado do tema que a sua postura é de "garantir" o direito da mulher, fazendo uma alusão a conhecida frase entoada pelas feministas: "meu corpo, minhas regras", contrariando a maioria esmagadora dos brasileiros que, além de cristãos são veemente contra a pauta.

Diante das falas de Lula e suas aparições públicas quando tratado do tema e apesar de não inserir a pauta em seu plano de governo, talvez por uma questão de receito da repercussão negativa que o feito poderá trazer para a sua campanha e segundo especialistas, existe grande possibilidade, quase certa de que esse tema será defendido por sua equipe de governo e ser implantado em uma possível vitória de Lula.

Confira a fala do petista abaixo:



Já Ciro promete “programas informativos de prevenção à gravidez”. Como mostrou a coluna, ficou decidido pela campanha do pedetista que ele não tocaria no tema para não perder votos no pleito.

Fonte - Metrópoles *com adaptações

Nenhum comentário




Latest Articles