Page Nav

HIDE

Últimas notícias:

latest

CAMPANHA - COMBATE A DENGUE


EM CAMPANHA - Por que Barroso e Cármen Lúcia saíram antes de Bolsonaro chegar?

Os dois ministros não participaram do encontro com o presidente na terça-feira. Lewandowski e Dias Toffoli também não 

Vinícius Schmidt/Metrópoles

Não foi por aversão ao presidente Jair Bolsonaro que os ministros Luis Roberto Barroso e Cármen Lúcia não ficaram para a reunião com o presidente, na tarde de terça-feira, no Supremo Tribunal Federal.

Bolsonaro, como se sabe, queria se reunir com os ministros no Palácio da Alvorada. Eles não toparam, e no fim das contas o presidente foi até o STF — ainda assim, só depois de romper o silêncio pós-derrota.

Participaram do encontro Rosa Weber, Alexandre de Moraes, André Mendonça, Edson Fachin, Gilmar Mendes, Kassio Nunes Marques e Luiz Fux.

Cármen Lúcia e Luis Roberto Barroso até estiveram naquela tarde no edifício-sede do Supremo, onde participaram de uma reunião com os colegas para tratar da crise em curso, mas saíram pouco antes de Bolsonaro chegar.

A ausência de ambos no encontro chamou atenção, mas não foi nada pessoal, segundo fontes da Corte. Cármen e Barroso foram embora porque tinham viagens previamente marcadas.

Dias Toffoli e Ricardo Lewandowski, por sua vez, não participaram da reunião porque estavam fora de Brasília.

Fonte - METRÓPOLES

Nenhum comentário




Latest Articles