Page Nav

HIDE

Últimas notícias:

latest

CAMPANHA - COMBATE A DENGUE


MORADIRA - Secretário prevê 43 mil novas moradias no DF para projeto habitacional

Em nova etapa de reuniões da transição do Governo do DF, José Humberto citou avanço de projetos para moradias e obras habitacionais

Tatiana Reis/Divulgação

O Secretário de Governo do Distrito Federal, José Humberto, saiu da reunião de transição desta terça-feira (22/11) com a expectativa de criação de 43 mil novas moradias na capital nos próximos anos. A ideia é avançar na política de habitação durante a próxima gestão.

“A etapa de hoje foi muito boa, principalmente na área de infraestrutura, desenvolvimento urbano, saneamento básico, obras de maneira geral. Tivemos uma definição clara de investimentos nessa área, principalmente em desenvolvimento urbano, criação de novos setores habitacionais, atendimento de habitação”, disse, após a reunião com secretários.

José Humberto adiantou que, além das 43 mil moradias estimadas pelo governo, outras 37 mil serão “programadas para o futuro”. Para isso, a transição do GDF deve travar diálogos com o governo federal.

“Essa aproximação com o governo federal deve acontecer a qualquer momento, tão logo a transição deles avance. A nossa já está mais avançada, até porque é a continuidade de governo, colocando luz nas questões mais prioritárias, mais importantes. Nessa questão de habitação, sem o governo federal, dificilmente conseguiremos atingir a meta e alcançar a população que desejamos”, detalhou.

O secretário ainda declarou que as propostas serão para beneficiar todas as faixas de renda, mas prioritariamente a chamada Faixa 1, de pessoas mais vulneráveis.

“Temos carência de resolver o problema da moradia de 0 a 3 salários mínimos, principalmente na faixa 1, que é de 0 a 1 salário mínimo e meio. Não é possível permanecer da maneira que está, sem atendimento dessa população que é uma das mais vulneráveis da moradia.”

Duas novas RAs

Após a reunião do dia da transição, José Humberto afirmou também estar já adiantada a concretização das Regiões Administrativas de Água Quente e Araponga. Segundo ele, Ibaneis Rocha (MDB) já enviou à Câmara Legislativa o projeto de oficialização das duas novas RAs entre hoje e amanhã.

Fonte - Metrópoles

Nenhum comentário




Latest Articles