Page Nav

HIDE

Últimas notícias:

latest

Ads Place


JUSTIÇA - Dos 15 denunciados por feminicídios no DF em 2022, 13 seguem presos

Segundo o MPDFT, um dos acusados está foragido e outro morreu durante a fase de investigação do caso

Divulgação / MPDFT

Dos 15 homens acusados por feminicídios em 2022, 13 estão presos e um está foragido. O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) divulgou o balanço nesta segunda-feira (22/5).

Segundo a base de dados da Secretaria de Segurança Pública, o inquérito de um foi arquivado, pois o suposto autor do crime morreu. Os demais seguem em investigação.

O balanço foi feito pelo Núcleo do Tribunal do Júri e Defesa da Vida, com o sistema Verum. Das 15 denúncias, em 10 casos o acusado foi pronunciado e o processo avançou para julgamento de mérito perante o Tribunal do Júri.

Segundo o MPDFT, Rafael Andrade de Almeida, que respondeu pelo feminicídio de Eliuda Vieira preso, foi julgado e condenado a 23 anos e 3 meses de prisão. Até o momento, dos 15, é o único condenado.

Ainda conforme o Ministério Público, Gustavo Brito de Carvalho (foto em destaque) está foragido e teve prisão preventiva decretada pelo Tribunal do Júri de Taguatinga, por ter matado Priscila Borges em junho do ano passado.

Qualquer pessoa que tiver informações sobre foragidos pode entrar em contato com a Polícia Civil, MPDFT, ou pelo WhatsApp (61) 99283-1168. O anonimato é garantido. Mais informações no site Foragidos da Justiça.

Fonte - Metrópoles

Nenhum comentário




Latest Articles