Page Nav

HIDE

Últimas notícias:

latest

Ads Place


Flamengo busca fim de seca contra Palmeiras após vice da Libertadores em Montevidéu

Rubro-Negro não vence clube paulista desde o Brasileiro de 2021; no Maracanã, o cenário é diferente, já que Flamengo está invicto diante do rival desde 2015

Por Redação do ge — Rio de Janeiro

Grande adversário do Flamengo dentro do futebol brasileiro desde 2016, o Palmeiras tornou-se pedra no sapato recente. A seca dos cariocas começou com a derrota mais dura da atual geração: a da final da Libertadores, em Montevidéu. Antes disso, o cenário era diferente: entre junho de 2018 e novembro de 2021, os paulistas ficaram nove jogos sem ganhar o confronto, com cinco vitórias rubro-negras e quatro empates.

No mágico 2019 foram duas vitórias do Flamengo. Os 3 a 0 do Maracanã derrubaram Felipão, os 3 a 1 do Allianz culminaram na queda de Mano Menezes. Em 2020, uma vitória em Brasília por 2 a 0, pela 31ª rodada, indicava que o Fla se aproximava do título, confirmado em fevereiro do ano seguinte.

Em 2021, mais domínio do Flamengo: campeão da Supercopa do Brasil nos pênaltis e mais duas vitórias no Brasileiro, uma por 1 a 0 no Maraca e outra por 3 a 1.

Andreas Pereira Flamengo Palmeiras final Libertadores — Foto: Andres Cuenca Olaondo/Reuters

Seca a partir da Libertadores

De 2019 em diante, o Flamengo colecionava títulos. Chegava à decisão da Libertadores, no dia 23 de novembro de 2021 com dois Brasileiros, uma Libertadores, duas Supercopas do Brasil, uma Recopa Sul-Americana e três estaduais nas costas. Tinha um elenco melhor, mas não fazia um bom Brasileirão e vinha de eliminação na semifinal da Copa do Brasil.

Havia também problemas clínicos. Bruno Henrique, Arrascaeta e Pedro, que só entrou no segundo tempo da prorrogação, não estavam 100%. Resultado: num jogo equilibrado e com empate no tempo normal, o Rubro-Negro acabou derrotado após o erro histórico de Andreas Pereira.

O primeiro encontro pós-Montevidéu deu-se em abril de 2022. Num dos poucos bons jogos de Paulo Sousa, o Flamengo foi melhor do que o Palmeiras, mas ficou no 0 a 0 em jogo de recorde de público no país. No returno, mesmo com os reservas, o Rubro-Negro foi o melhor, fez 1 a 0, mas levou o empate pelos pés do carrasco Raphael Veiga.

O primeiro grande jogo do calendário nacional de 2023 foi a decisão da Supercopa do Brasil, e Veiga aprontou novamente. Fez dois, assim como Gabigol, mas o Palmeiras venceu por 4 a 3 de virada.

No Brasileiro, num jogo de tempos opostos, empate por 1 a 1 no Allianz.

Bem no Maraca

Se o retrospecto pós-final de Libertadores não é bom, no Maraca a situação se inverte. A última derrota no estádio foi sofrida em 6 de dezembro de 2015, quando o Palmeiras venceu o Flamengo por 2 a 1, com gols de Dudu e Victor Hugo - Pará descontou.

Depois do revés, os times se reencontraram quatro vezes. O Flamengo venceu por 3 a 0 em 2019, com gols de Gabigol (dois) e Arrascaeta (um), e por 1 a 0 em 2020 - Pedro marcou.

Em 2018 houve um empate por 1 a 1 que foi ruim para as pretensões rubro-negras em relação ao título. No ano passado, os times ficaram num empate sem gols, mas o Flamengo foi melhor.

Nenhum comentário




Latest Articles