Page Nav

HIDE

CLDF - Campanha Abuso Não

Últimas notícias:

latest

CAMPANHA - COMBATE A DENGUE


Mais um atropelamento grave na Avenida Alagados

Acidente ocorreu na manhã desta quinta, na Av. Alagados, na altura da CL 216, em Santa Maria. O motociclista foi socorrido e encaminhado ao Hospital Regional da cidade com ferimentos leves.




Uma mulher morreu após ser atropelada por uma motocicleta Honda, placa JIM 7632, conduzida por Rafael Alves Teixeira, 22 anos, na manhã desta quinta-feira (17/11), por volta de 8h, na altura da CL 316 da Avenida Alagados, em Santa Maria. De acordo com informações da Polícia Militar, Maria Betânia Freitas de Sousa, 45 anos, não teria visto a moto ao tentar atravessar a avenida em direção a um ponto de ônibus, ainda de acordo com as informações, ao perceber a aproximação, a vítima se assustou e parou no meio do via, não dando chances para que o condutor da motocicleta desviasse. A vitima foi arremessada por aproximadamente 60 metros, já caindo desfalecida. Já a moto só foi parar dentro de uma loja de material de construção, cerca de uns 100 metros do local.

A Polícia Militar informou que a vítima tinha deficiência visual e estava, naquele momento, indo buscar sua carteirinha de passe livre em Brasília. Para Maria Gorete Ferreira, conhecida de vítima, no dia anterior ela havia comentado sobre a necessidade de ir “ao Plano Piloto” para buscar a carteirinha. “Ela me disse que tinha que busca-la com urgência, inclusive pediu para que eu fosse com ela, infelizmente não deu. Agora estou vendo o corpo da minha amiga caído no chão. Talvez se eu tivesse aceitado ir , ela não teria sido atropelada”, disse.

Parentes e amigos próximos ficaram ao lado do corpo até o se recolhimento pelo IML. A tristeza era eminente. A irmã da vítima era uma das mais emocionadas, tanto que passou mal e necessitou de atendimento médico. Ela não parava de chorar e teve que ser amparada várias vezes por parentes.

Apesar da greve da Polícia Civil, o corpo da vítima foi recolhido às 10h30, menos de duas horas e meia do acidente.

A Avenida Alagados já é conhecida pelos vários acidentes ocorridos na via, somente esse ano sete pessoas foram atropeladas e destas quatro perderam a vida. Para o líder comunitário Fonseca, o Detran tem que tomar providências urgentes visando a segurança na via. “Já solicitamos a instalação de mais faixas, barreiras eletrônicas e quebra-molas na via, porém até agora não fizeram nada. Até quando vão deixar pessoas perderem suas vidas para fazerem algo”, disse.

Atenderam a ocorrência a viatura 2406 comandada pelo Sgto. Quitino e CB Joanelito.





Nenhum comentário




Latest Articles