Page Nav

HIDE

CLDF - Campanha Abuso Não

Últimas notícias:

latest

CAMPANHA - COMBATE A DENGUE


Mais quatro anos reclamando

Candidatos de Santa Maria, amargam mais uma vez a derrota nas urnas e não elegem seque um representante. Todos passaram pela decepção de serem reprovados pela comunidade que ainda prefere ser representada por candidatos de outras cidades. Santa Maria continua órfã.



Contradizendo o comediante e deputado Tiririca, “Pior do que está não fica”. Fica sim! Em Santa Maria a situação que não era das melhores ficou pior. Mais uma vez a eleição passou e a cidade não elegeu ninguém para representa-la na Câmara Legislativa do Distrito Federal, bem como para a Câmara dos Deputados.

Infelizmente o nível de campanha apresentado pelos candidatos não agradou os eleitores que preferiu, mais uma vez, eleger os candidatos de outras localidades. Nem mesmo o deputado e candidato à reeleição Paulo Roriz – PR, que se diz “padrinho político da cidade”, obteve sucesso e sua votação foi bem inferior à da eleição passada, onde obteve mais de 17 mil votos, enquanto nesta eleição obteve 10.960.

Os candidatos locais só obtiveram 20.755, dos 123.166 votos da zona 04 (Santa Maria e Gama), ou seja, apenas 24,53% do eleitorado de Santa Maria, demonstrando assim, que a comunidade ainda não confia nos candidatos locais, fazendo jus a dito popular que diz que “santo de casa não faz milagres”. Se fossem contabilizados somente os votos de Santa Maria (84.606), a decepção seria ainda maior.

Os campeões de votos continuaram sendo Jaqueline Silva - PPL, com 9.444 votos (em Santa Maria 7.372) e Nery do Brasil - PDT, com 7.288 (em Santa Maria 6.373). As maiores decepções ficaram por conta de Horário Moreira (Lula) – PTdoB, com 49 votos (20 em Santa Maria) e Mariazinha – DEM, com 65 votos (45 em Santa Maria).

Único candidato a Deputado Federal por Santa
Maria, Dr. Paulo Paracatu - PRB obteve
2.294 votos e na cidade 1.412

Santa Maria também apresentou um candidato a Deputado Federal. Dr. Paulo Paracatu – PRB, foi o único candidato pela cidade. Porém obteve somente 2.294 votos (1.412 em Santa Maria). O candidato se disse satisfeito com a votação recebida pelo moradores, pois teve pouco tempo para realizar a campanha, bem como pouco apoio por parte do partido que atuou diretamente em torno de outro candidato. Assim, com poucos recursos, ainda conquistou uma “votação razoável em relação aos demais candidatos e suas estruturas”.

O candidato que mais causou surpresa, porém negativa, foi Marcinho, que já foi Administrador da cidade e liderança política de peso na cidade. Ele fez uma campanha julgada por todos como sendo de primeira linha, diga-se de passagem, com as melhores estruturas físicas, financeiras e de pessoal, bem como apoio político do Deputado Federal eleito Roney Nemer, do Governador Agnelo Queiroz e seu vice Tadeu Filippelli, bem como de outras lideranças políticas tais como, o ex-administrador do Gama e Santa Maria, bem do Deputado Distrital Olair Francisco - PTdoB. Mesmo assim, o candidato amargou a decepção de obter somente 4.328 votos (3.327 em Santa Maria), quando esperava-se algo em torno de 20 mil votos.


 Vaidade


Com relação as eleições passadas, onde Santa Maria apresentou 8 candidatos para a disputa do pleito, em 2014 o número de candidatos aumentou em mais de 100%. Nestas eleições foram 19 candidatos a Deputados Distritais e apenas 01 candidato a Federal. Todavia os candidatos por se julgarem “candidatos da cidade” e entoarem o “falso” discurso de que “os moradores deveriam votar em candidatos da cidade e pregarem isso em suas campanhas”, fizeram completamente o contrário, pois, além de não apoiar o único candidato a Deputado Federal, morador de Santa Maria, ainda trouxeram a tiracolo candidatos de outras localidades quem não possuem qualquer identidade com a cidade.

Outra situação constrangedora é que os votos somados entre todos os candidatos (20.775), daria para eleger aproximadamente dois Deputados Distritais, porém a vaidade falou mais alto e candidatos experientes em amargar derrotas, insistiram e se lançarem candidatos e mais uma vez passagem vexame nas urnas, caso dos candidatos que não passaram de mil votos.

Enquanto isso a cidade permanecerá na penúria por mais quatro anos e continuará a ser taxada de “curral eleitoral de candidatos paraquedistas que só aparecem durante o período eleitoral para buscar o votos necessários”, e os “candidatos” locais, ao passar o pleito eleitoral e diante das dificuldades enfrentadas pela comunidade, voltam com o mesmo discurso de que “os moradores erram na hora do voto, pois deveriam votar em candidatos da cidade”. Porém, como se eles mesmos não ajudam a eleger Deputados locais.

“Com a quantidade de votos de Santa Maria, daria muito bem para serem eleitos mais de cinco Deputados Distritais, mais dois Federais, porém abrimos as portas para os nossos adversários e posteriormente ficamos à mercê do descaso”, contou Dr. Paulo Paracatu, ex-candidato a Deputado Federal.

O único que se dizia “representante” da cidade na Câmara Legislativa, Paulo Roriz, amargou a decepção de ver reduzido praticamente pela metade os votos recebido em relação a eleição passada, onde obteve 16.762 (4.878 em Santa Maria). Já em 2014 teve apenas 10.960 (2.405 em Santa Maria).

Mesmo com a ajuda do Senador eleito Reguffe, o candidato Nery do Brasil não passou dos 7.288 (6.373 em Santa Maria). Todavia o candidato quase que dobrou a quantidade de votos recebidos nas eleições passadas, quando recebeu 4.022 votos.

Por sua vez, a grande campeã de votos na cidade mais uma vez, foi Jaqueline Silva. Ela mais que dobrou os votos recebidos. Nas eleições de 2010, ela recebeu 4.858 e neste ano foram 9.444 votos recebidos, destes, 7.372 somente em Santa Maria.

Talvez o resultado das últimas eleições no DF não foram do agrado de muita gente. Porém, houve grande avanço em relação as eleições de 2010 e anteriores. A comunidade renovou 50% da Câmara Legislativa, trocou o comando da governo local, creditando suas fichas na “moralidade e ética”. Espera-se que na próxima oportunidade a cidade eleja seu representante e faça parte desse momento único na vida dos brasilienses.

Nenhum comentário




Latest Articles