ABSURDOMãe oferece filha para não perder namorado em VG

Casal foi liberado porque não houve flagrante

CARLOS DORILEO 
Da Redação

O serralheiro A.J.C.C., 21, e a sua companheira J.M.C., 37, foram detidos nesta segunda-feira (28), suspeito de estarem cometendo os crimes de estupro, lesão corporal e ameaça a uma adolescente de 12 anos no bairro Alameda, em Várzea Grande. O casal foi denunciado por familiares e vizinhos da menor.

Conforme policiais, duas tias da jovem entraram em contato com a PM dizendo que a sobrinha vem sendo abusada sexualmente pelo serralheiro. A esposa dele é acusada de ameaçar a filha há alguns meses.

A adolescente relatou as tias que a mãe e o padrasto estavam o processo de separação. Para segurar o marido, a mãe aceitou oferece o corpo da própria filha a ele. 

Após a denúncia, uma guarnição foi até ao endereço e deu voz de prisão aos acusados. No local, vizinhos da família da vítima confirmaram o fato, chegando a dizer que presenciaram agressões a menor.

Diante dos fatos, os suspeitos foram encaminhados até a Central de Flagrantes. Na delegacia, a dupla não quis falar nada até a chegada de uma advogada, que acompanhou todo o processo. 

O casal foi liberado após prestar depoimento. De acordo com o delegado plantonista, não foi constatada uma situação de flagrante para justificar a prisão.

O próximo passo da investigação será exame de corpo e delito na vítima e no padrasto. O caso vai ser apurado pela Delegacia da Defesa da Mulher, Criança e Idoso de Várzea Grande.




Fonte - Folha Max

Postar um comentário

0 Comentários