Contra transporte pirata, empresa reduz tarifa do Entorno para Brasília

Passagem ao Plano tem valor menor do que o praticado antes do aumento. Companhia de ônibus pretende aumentar número de usuários em 30%.


Depois de pedir para a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) reduzir a tarifa de ônibus do Entorno do Distrito Federal para a capital, a empresa G 20 baixou nesta terça-feira (8) os preços das linhas de Luziânia para Taguatinga e para o Plano Piloto. A medida é uma forma de combater os coletivos piratas, que praticam preços menores do que a tabela oficial.

Com a nova tarifa, a passagem de Luziânia para Taguatinga baixou de R$ 6,55 para R$ 5,85 – menos 11,7%. A viagem da cidade goiana para o Plano Piloto caiu 14,6% (de R$ 5,85 para R$ 5).

Com a redução, a tarifa para o Plano Piloto passa a ter valor menor do que antes do último aumento autorizado pela ANTT, em 21 de fevereiro. Até a data, a passagens custava R$ 5,20. O bilhete para Taguatinga volta ao valor anterior.

Com a medida, a empresa espera aumentar o número de passageiros em 30%. Segundo um dos donos da companhia, a G 20 busca combater o avanço do transporte pirata no Entorno. O proprietário espera também que a fiscalização aumente.

A ideia da G 20 é que o preço mais baixo seja praticado por 90 dias. Um dos empresários do grupo afirmou que já perdeu 3 mil passageiros por dia para o transporte pirata e que teve de suspender os planos para investir em novos coletivos.

O reajuste autorizado em 21 de fevereiro modificou o valor cobrado em 54 linhas que operam entre cidades do Entorno e o DF. Em nota divulgada na época, a ANTT diz que o aumento levou em conta a alta nos "custos de operação" como combustíveis, lubrificantes, peças, veículos e folha de pagamento. Em 2015, a inflação oficial medida no DF ficou em 10,67%, abaixo do reajuste anunciado.


Fonte - G1/Distrito Federal

Postar um comentário

0 Comentários