Recordes, títulos e legado: o que Jorge Jesus pode alcançar em seu segundo ano de Flamengo


Com contrato renovado até junho de 2021, Mister tem novos objetivos pela frente

Contrato renovado, hora de seguir o trabalho. O segundo ano de Jorge Jesus no Flamengo se inicia de fato nesta segunda-feira, e, após um início avassalador, o Mister tem novos desafios pela frente. O principal deles foi citado ao assinar o novo vínculo: o Mundial de Clubes.

Mas a continuação do técnico português pode render outras coisas, desde títulos até novos recordes e, claro, um legado para o futuro. Não que ele já não tenha um lugar marcado nos livros: recentemente, internautas do GloboEsporte.com o elegeram o maior treinador da história do Flamengo.
Jorge Jesus Flamengo — Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

Abaixo, o GloboEsporte.com lista alguns dos desafios de Jorge Jesus neste segundo ano de Flamengo. Confira:

Títulos

Ficar no Flamengo significa ter a possibilidade de conquistar ainda mais títulos, e essa foi uma das razões do Mister para renovar. Agora, ele conhece melhor o elenco, a estrutura e a torcida do Flamengo. Considerando que seja possível terminar pelo menos a atual temporada, paralisada devido à pandemia de coronavírus, o técnico pode conquistar ainda cinco torneios: Carioca, Brasileiro, Copa do Brasil, Libertadores e Mundial.

Jorge Jesus posa com a Recopa Sul-Americana, conquistada neste ano — Foto: Divulgação Conmebol

Até o momento, o Mister já conquistou quatro títulos pelo clube: Brasileiro, Libertadores, Supercopa do Brasil e Recopa Sul-Americana.

Se levar mais três, chega a sete e ultrapassa Flavio Costa e Carlinhos como treinador com o maior número de títulos oficiais na história do Flamengo. Flavio e Carlinhos faturaram seis títulos oficiais.

- As expectativas são sempre as melhores, em função daquilo que é a grandiosidade deste clube. Este clube trata de ser não só o maior melhor e maior do Brasil, mas também além das fronteiras. Nossa convicção é exatamente a mesma que tivemos no ano passado, e se possível, por a cereja no bolo, que ficou atravessado na garganta, que foi ser campeão do mundo. Vamos trabalhar para poder estar na final do Mundial de Clubes, que foi um dos objetivos que não conseguimos. Mas acreditamos que podemos estar lá. Para isso, como é óbvio, precisamos ganhar novamente a Libertadores - disse Jorge Jesus, durante o anúncio de sua renovação.

Recordes

Há outros recordes a serem perseguidos pelo Mister. Seu aproveitamento já é o maior da história do clube, mas ele também pode se igualar a Carlinhos como técnico com dois títulos do Campeonato Brasileiro pelo Flamengo.

Uma eventual nova conquista da Libertadores quebraria jejum de 19 anos sem um bicampeão consecutivo, desde Carlos Bianchi, no Boca Juniors, em 2000 e 2001.

O Mister também pode se tornar o treinador com mais vitórias neste século pelo Flamengo. O líder do ranking é Vanderlei Luxemburgo, com 70. Jorge Jesus já conseguiu 38, e precisa de mais 33 para ultrapassar Luxa - o Flamengo pode fazer até mais 65 jogos nesta temporada, caso ela seja finalizada normalmente.

Jorge Jesus posa com dirigentes após renovar o contrato — Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

Legado

É difícil prever se Jorge Jesus ficará mais tempo do que o acordado no novo contrato. Mas a expectativa é de que o Mister, quando encerre sua passagem, possa enraizar alguns dos conceitos que trouxe para o Flamengo. É consenso que a chegada do português mudou a metodologia e a cultura do futebol rubro-negro, desde pequenos detalhes do dia a dia até maneiras de se gerir o elenco.

Jorge Jesus ao lado do médico Marcio Tannure — 
Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

Seria possível fortalecer esta cultura mesmo quando ocorrer a saída de Jesus? O Flamengo hoje tem um estilo de jogo definido e tenta reproduzi-lo nas últimas categorias da base, o que se pode garantir com troca de informações constante e aproximação entre as comissões.

No começo do ano, por exemplo, o time sub-23 que iniciou a disputa da Taça Guanabara tinha muitas similaridades em termos de proposta de jogo ao que o Mister implementa nos profissionais.

Neste próximo ano, Jorge Jesus tem este desafio: preparar o terreno para que o Flamengo permaneça no mesmo patamar mesmo quando o Mister der adeus.


Fonte - Globo Esporte

Postar um comentário

0 Comentários