Feira dos importados: GDF quer retirada de ambulantes da área externa

O governador esteve na feira acompanhado do vice, Paco Britto (Avante), e de aliados


Em visita à Feira dos Importados na manhã de ontem, o governador Ibaneis Rocha (MDB) afirmou que ambulantes instalados na área externa do polo, no Setor de Indústria e Abastecimento (SIA), serão retirados. De acordo com o chefe do Buriti, o objetivo é preservar os empregos dos comerciantes que atuam legalmente no espaço. Além disso, houve a liberação para a abertura de todos os portões do local, antes restrita em razão das medidas de prevenção à disseminação do coronavírus.

O governador esteve na feira acompanhado do vice, Paco Britto (Avante), e de aliados, o deputado distrital Rodrigo Delmasso (Republicanos) e o deputado federal Júlio César (PSD). Após tomarem café da manhã em uma pastelaria, os políticos seguiram escutando as demandas dos comerciantes. Ibaneis aproveitou para comprar um celular novo, à vista, um iPhone 11 Pro Max, além de boné e fones de ouvido.

Entre as principais solicitações dos feirantes, estava a abertura de todos os portões. Até então, apenas a entrada e saída principal haviam sido liberadas. “Com a pandemia, passamos muito tempo sem trabalhar e, consequentemente, sem a nossa renda. Quando retomamos as atividades, o espaço não foi completamente aberto para o público, o que dificulta a retomada das vendas”, explica a vendedora Jessica Dayse, 30 anos, moradora de Valparaíso (GO).

O governador permitiu, então, a abertura imediata de todos os portões da Feira dos Importados. “Decidimos vir até aqui para ouvir os feirantes, pois muitas demandas, como essa, não chegam aos nossos ouvidos. Portanto, é necessário sabermos para possibilitarmos a melhoria para os trabalhadores locais”, disse.

Todas as reivindicações dos comerciantes serão debatidas na terça-feira, em reunião com representantes da categoria, do governo, e das secretarias de Transporte e Mobilidade (Semob) e de Segurança Pública (SSPDF). “Assim, poderemos discutir com calma planos para atender às requisições dos feirantes. Também já prevemos um estudo com a SSP-DF para a instalação de câmeras de segurança ao redor de toda a Feira dos Importados, assim como no Setor de Indústria”, acrescentou.

Irregularidades

Segundo o governador, uma das previsões é a remoção dos ambulantes irregulares, que atuam na área externa da feira. “Não há possibilidade de regularização, pois eles atuam em locais ilegais. Portanto, vamos preservar os comerciantes que atuam de forma legal, dentro da feira. Talvez possamos transferi-los para uma outra área”, sinalizou Ibaneis.

Na análise da vice-presidente do Sindicato do Comércio de Vendedores Ambulantes do Distrito Federal (SindVAmb), Cristiane Carvalho, a retirada da categoria pode gerar problemas a curto prazo. “Isso não impede que os ambulantes retornem aos pontos anteriores ou que outra pessoa ocupe o espaço e ocorra um desentendimento entre a própria categoria. Essa é uma decisão que precisa ser pensada em conjunto, e não unilateralmente”, sugeriu. “É necessário realizar um plano de ação e encaminhamento para outro local que dê o retorno financeiro”, completou.

Fonte - Correio Braziliense

Postar um comentário

0 Comentários