Amaury Júnior (O Fera do Bailão) está vivo e com saúde

Após uma postagem que causou tristeza em Santa Maria, informamos que o cantor Amaury Júnior está vivo e cheio de saúde. Notícia não passou de um engando após a morte de um homônimo do cantor.


Uma postagem publicada na madrugada da última sexta-feira (26), levou preocupação e tristeza a amigos e familiares do cantor e compositor Amaury Júnior (O Fera do Bailão), que passaram a madrugada tentando saber notícias sobre o cantor e que até então, segundo a notícia, teria “falecido” no hospital de Santa Maria.

Tudo aconteceu quando o jornalista e amigo de Amaury, recebeu a notícia através de uma amiga em comum informando do falecimento do cantor. “Bastante emocionada a amiga disse que uma pessoa que trabalha no hospital da cidade lhe confirmou que o cantor havia acabado de falecer, vítima da Covid-19, fato que estava gerando comentários entre os servidores daquela UTI por se tratar, aquele óbito, de uma pessoa pública. Mas na verdade, foi esclarecido posteriormente que o óbito era de um homônimo do cantor, que por coincidência além do nome, ainda era cantor sertanejo”, disse o jornalista.

O jornalista conta que diante das afirmações da amiga, entrou em contato com a unidade de saúde e recebeu a informação de que houve uma pessoa internada na unidade com o mesmo nome e sobrenome do cantor (Amaury Júnior) e que o serviço social estava aguardando a chegada de um familiar com a documentação necessária para proceder os trâmites de praxe. Indagados se sobre qual seria esse trâmite, a servidora disse não poder informar, mas segundo ela, “a assistente social iria repassar mais notícias somente ao familiar que já estava a caminho da unidade de saúde levando documentos”.

Deduzindo o pior, tendo em vista as circunstâncias das informações, bem como da coincidências de nomes e a forma da notícia passada pela amiga em comum, o jornalista emitiu nota de condolências em suas redes socias, mas logo após entrar em contato com outro amigo solicitando contato de familiares do cantor para poder obter mais informações do suposto óbito, recebeu desse a informação que lhe causou estranheza. “Ao falar com esse amigo, ele me disse que achava estranho, pois tinha visto o Amaury no dia anterior, o que me levou a suspeitar, tendo em vista ser impossível para uma pessoa que estava internada”, disse.

Diante disso (entre 10 a 15 minutos após a publicação da nota), o jornalista imediatamente apagou todas as postagens e de imediato emitiu retração quanto ao fato.
Uma grande confusão se formou e segundo pessoas próximas ao cantor, “ninguém mais dormiu naquela noite”. “Meu filho esteve na minha casa às 2h, me acordando e perguntando se estava tudo bem. Diante da minha resposta, foi embora e eu voltei a dormir”, disse o cantor.
Tão logo o dia amanheceu, começou a peregrinação na casa de Amaury Júnior. “Meus amigos começaram a chegar logo pela manhã para tentar saber notícias e diante da negativa da minha morte, começamos a responder os inúmeros contatos que chegavam a todo instante. Gente de todo os lugares do país entrou em contato para saber se eu realmente havia falecido. Seria engraçado se não fosse verdade o que aconteceu”, falou o cantor.

Diante da repercussão do caso e sem saber quem havia noticiado tal fato, bem como acreditando se tratar de uma Fake News, Amaury Júnior decidiu registrar boletim de ocorrências na delegacia de polícia da cidade e para a sua surpresa, ao chegar ao órgão, o jornalista também acabara de chegar ao local. “Lá na delegacia ele me explicou os fatos, dizendo que tudo não passava de um grande engano, citando todo o ocorrido e ao conversarmos, ficou decidido que iria registar a ocorrência para preservar a minha imagem pública, tendo em vista mais tarde não ser acusado de ter orquestrado tudo aquilo para promoção pessoal”, disse.

Além da retratação pública por meio dos mesmos canais onde divulgou as notas de condolências, o jornalista ainda gravou um vídeo em que explica o grande equívoco e junto com o cantor Amaury Júnior, tranquiliza os fãs pelo ocorrido, onde ele se desculpa pela falha e o cantor afirma não ter a intenção de “persegui-lo”.

O vídeo também foi publicado nas mesmas redes sociais em tamanho e proporção da primeira informação.

No vídeo o cantor Amaury Júnior afirma não ter a intensão de causar qualquer perseguição ao jornalista, principalmente por meio de ingresso de ação judicial de reparação, uma vez que ficou esclarecido os fatos e notou que o jornalista não agiu de má fé. “No início fiquei muito chateado, mas depois de tudo esclarecido e ao ver que ele não agiu de má fé, decidi não levar adiante os fatos. Apesar de ter todo o direito, não tenho a menor intenção de persegui-lo ou processá-lo”, afirmou.


O cantor afirma que a decisão de “não agir contra o jornalista”, se consolidou após receber mensagens de um amigo confirmando a versão apresentada pelo profissional. “Um amigo me mandou um zap confirmando que naquele dia e horário, realmente morreu no hospital de Santa Maria uma pessoa por nome de Amaury Júnior e que essa pessoa também era cantor sertanejo, ou seja, foi uma grande equivoco que está sendo resolvido, aonde, estamos aqui respondendo as centenas de pessoas que estão ligando para obter notícias e o jornalista se retratando pelas redes sociais engano cometido. Estamos juntos para resolver essa situação”, disse.

Já o jornalista disse está bastante envergonhado e triste pelo episódio, mas contente de saber que o cantor Amaury Júnior está bem. “Foi um grande susto que tomei, pois além de amigo eu sou um grande fã do Amaury. Acompanho a sua carreira desde o início e naquele momento, tomado pela emoção, é claro, depois de ter a confirmação dos fatos, publiquei uma nota de condolências, pois eu estava muito triste por perder um amigo que muito admirava. Mas tão logo tive dúvidas, retirei todo o material do ar e publiquei retratação imediatamente”.

Quem é Amaury Júnior (O Fera do Bailão)

Amaury é um dos mais populares cantores da cidade e conquistou o país inteiro com o rit “Tô Facim”, chegando a se apresentar em vários programas de auditório. Ele ganhou notoriedade a partir da sua participação no Programa do Ratinho, no SBT.


Nascido em Goianésia, estado de Goiás começou a trabalhar muito novo para ajudar no sustento da família. Desde a infância era identificado com a música. Após um árduo dia de trabalho, seja como boia-fria, ambulante ou vendedor de picolés, aliviava o cansaço cantando, principalmente acompanhando os pais que complementavam a renda familiar através de pequenas e humildes apresentações na cidade em que moravam.

Amaury sempre teve o sonho de ser cantor profissional e para realiza-lo, se mudou para a capital federal, vindo residir justamente em Santa Maria, cidade que adotou e tem orgulho de estampar seu nome por onde se apresenta.

Foi em Santa Maria que conheceu um de seus grandes parceiros na música. O cantor Adelino Rocha fez dupla com Amaury por vários anos. Os dois se apresentavam nas casas de shows da cidade e das redondezas, quando decidiram gravar, em meados de 1993, o primeiro LP que vendeu centenas de cópias. Amaury então resolveu seguir carreira solo e tempos depois gravou o seu primeiro CD com o rit “Tô Facim”, que explodiu em todo o país. Através do sucesso do CD, foi convidado a se apresentar vários programas de auditório, bem como sua agenda de shows até hoje é sempre lotada. Ele faz questão de levar o nome de Santa Maria por onde se apresenta.

Após algum tempo o sucesso deu uma estacionada nos grandes centros, mas no interior o cantor continua sendo sucesso, com fãs espalhados por todo o país. Prova disso foi a inúmeras ligações recebidas diante da informação da sua suposta morte.


Já o apelido “O Fera do bailão” ultrapassou fronteiras e as apresentações continua em ritmo acelerado. O sucesso do cantor está concentrado principalmente no interior goiano e mineiro, mas outros estados também conhecem o trabalho de Amaury Junior.

Terminamos aqui deixando o sentimento de felicidade pela não confirmação do óbito do nosso querido Amaury que tem muita estrada para caminhar levando o nome de Santa Maria aos quatro cantos do nosso país, pois é muito “facim” reconhecer a sua humildade, caráter e acima de tudo o seu profissionalismo. Parabéns Amaury Júnior!!!!

Fonte - Agência Satélite

Postar um comentário

0 Comentários