Page Nav

HIDE

Últimas notícias:

latest

CAMPANHA - COMBATE A DENGUE


POLÍCIA - Hóspede de hotel em SP agride estudante carioca de 14 anos após se irritar com barulho; VÍDEO

A agressão ocorreu na noite de terça-feira (20), no hotel Travel Inn, do Ibirapuera. O jovem é aluno da Escola Eliezer Max, de Laranjeiras, e estava em uma excursão do colégio na capital paulista. A Polícia Civil está investigando.

Estudante do Rio é agredido por hóspede de hotel em SP

Um estudante de 14 anos da Escola Eliezer Max, de Laranjeiras, na Zona Sul do Rio de Janeiro, foi agredido por um homem, na noite de terça-feira (20), dentro de um hotel em São Paulo, durante uma excursão do colégio pela capital paulista.

Tudo aconteceu no 10° andar do hotel, onde Lucas Rolim Valoni, de 27 anos, foi filmado agredindo o adolescente. Nas imagens, é possível ver dois jovens rindo e brincando em frente a um dos quartos do hotel. Incomodado com o barulho, Lucas abre a porta do quarto 1013 e agarra um dos meninos. Assista acima.

Lucas aparece descontrolado e segura o jovem pela camisa, enquanto pressiona o rapaz contra a parede. Ele consegue imobilizar o garoto com um braço, enquanto dá uma sequência de tapas no rosto e na cabeça.

Em seguida, ainda com o jovem imobilizado, Lucas pega o chinelo e volta a bater no rosto e na cabeça do jovem. Por fim, após conseguir se livrar de Lucas, o estudante recebe um último golpe na cabeça.

As agressões físicas duram cerca de 20 segundos. Em seguida, Lucas segue gritando com o jovem, obrigando que ele volte para o seu quarto.

A Polícia Civil de São Paulo está investigando o caso e já recolheu as imagens de câmeras de segurança do Hotel Travel Inn, do Ibirapuera, em São Paulo.

Pai do jovem está em SP

De acordo com as câmeras de segurança do hotel, as agressões aconteceram às 20h04. Logo em seguida, o jovem procurou os seguranças do hotel e ligou para os pais no Rio de Janeiro.

Um dos representantes da escola que acompanhavam os alunos em São Paulo foi com membros do hotel até a 27° Delegacia de Polícia (Campo Belo), onde o caso foi registrado.


O pai do garoto está na capital paulista nesta quarta-feira (21) para acompanhar os desdobramentos do caso. O jovem deve passar por um exame de corpo delito.

Revolta

Em contato com a TV Globo, a mãe do garoto disse estar revoltada. Ela espera que o agressor seja preso.

"Ele espancou meu filho no corredor de um hotel que ele estava hospedado durante uma viagem. Eram crianças de 14 anos brincando, rindo no corredor, ele abriu a porta do quarto, incomodado com o barulho, e pegou o primeiro que apareceu, que era o meu filho, que na hora estava até tirando o amigo, levando para o quarto, e deu um monte de tapa na cara, chinelada na cara, chinelada no corpo, deu até um mata-leão encostando ele na parede", contou a mãe do jovem.

"Eu quero ver esse cara responder por esses atos. Eu não vou sossegar. Ele é um maluco, um alucinado, que não pode conviver com a sociedade. Eu quero esse cara preso", completou.

O que dizem os envolvidos

Em nota, a Escola Eliezer Max informou que assim que soube da ocorrência enviou uma diretora à São Paulo para acompanhar o caso e dar suporte ao aluno agredido.

"A escola está focada em garantir a segurança do aluno e do grupo e atua com a família para a responsabilização do agressor", dizia um trecho da nota.

O Hotel Travel Inn também foi procurado pela reportagem e não se manifestou até a última atualização do texto.

Assista o vídeo


Fonte - TV Globo e G1/Rio

Nenhum comentário




Latest Articles