Page Nav

HIDE

Últimas notícias:

latest

Ads Place


Novo Restaurante Comunitário de Samambaia servirá 5 mil refeições diárias

Novo Restaurante Comunitário de Samambaia servirá 5 mil refeições diárias

Unidade instalada na Quadra 833 conta com um investimento de R$ 7,5 milhões do GDF e terá café da manhã, almoço e jantar de segunda a domingo e feriados ao custo de R$ 2

Josiane Borges, da Agência Brasília | Edição: Saulo Moreno.

A cidade de Samambaia será a segunda Região Administrativa do Distrito Federal a ter dois restaurantes comunitários, com a construção da nova unidade na Quadra 833, no Setor de Expansão, conhecido como Portelinha ADE Oeste. Quando concluído, o espaço oferecerá café da manhã, almoço e jantar todos os dias, inclusive feriados, ao custo de R$ 2. Está planejado para que sirva até 5.150 refeições por dia. Atualmente, somente o Sol Nascente possui dois restaurantes comunitários.

“A área tem um alto índice de insegurança alimentar e vulnerabilidade social. Essa nova unidade vai atender e elevar a segurança alimentar da cidade. Muitos moradores da região têm dificuldades para se deslocar para outro restaurante comunitário. Além disso, o espaço está sendo construído ao lado do CRAS, o que fortalece o atendimento e as ações de desenvolvimento social no território”Jardesson Calazans, diretor de Gestão de Equipamentos de Segurança Alimentar e Nutricional

A cidade abriga o primeiro Restaurante Comunitário inaugurado no DF, batizado com o nome de Rorizão, em homenagem ao ex-governador Joaquim Roriz, na Quadra 501, às margens da BR-60. Apenas de julho a setembro deste ano, a unidade serviu 268.715 refeições. Cerca de 9 km separam a unidade pioneira da nova, o que amplia o alcance do principal programa de segurança alimentar na região.

“A área tem um alto índice de insegurança alimentar e vulnerabilidade social. Essa nova unidade vai atender e elevar a segurança alimentar da cidade. Muitos moradores da região têm dificuldades para se deslocar para outro restaurante comunitário. Além disso, o espaço está sendo construído ao lado do CRAS, o que fortalece o atendimento e as ações de desenvolvimento social no território”, destaca Jardesson Calazans, diretor de Gestão de Equipamentos de Segurança Alimentar e Nutricional da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes).

Segundo restaurante comunitário a se instalar em Samambaia, na Portelinha ADE Oeste, a nova unidade vai oferecer café da manhã, almoço e jantar todos os dias, inclusive feriados, com planejamento para servir até 5.150 refeições por dia | Fotos: Tony Oliveira/Agência Brasília

Mãe solteira, com cinco filhos, Lucicleide Dias, 30 anos, recebe apoio do GDF por meio dos benefícios sociais e acredita que o restaurante será um alento para a comunidade. “Acho boa a iniciativa do governo que vai ajudar as pessoas mais carentes. Tem muita gente aqui que necessita muito, ainda mais para quem é mãe solteira como eu, que não tem condições de comprar alimentos e botijões de gás. Aqui será uma ajuda muito grande para a gente. Não vejo a hora de comer uma feijoada”, conta a dona de casa.Vizinho ao novo restaurante, o motorista Deusdete Lopes, 63 anos, afirma que a obra aliviará a pobreza da localidade. “É um sonho para nós aqui da região a abertura desse Restaurante Comunitário. Tem muita gente que vai precisar dele para se alimentar. O valor da refeição e a comida são boas e ajudarão a comunidade mais pobre”, diz o morador.

Lucicleide Dias, mãe de cinco filhos, recebe apoio do GDF por meio dos benefícios sociais e acredita que o restaurante será um alento para a comunidade

A previsão é que a unidade sirva 500 cafés da manhã, 3.100 almoços e 1.550 jantares, totalizando 5.150 refeições de segunda a segunda e aos feriados. “Dentro de um ano, serviremos mais um milhão de refeições, contando os três horários”, projeta o diretor da Sedes, Jardesson Calazans.

Andamento da obra

Com um investimento inicial de R$ 7,5 milhões, a Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) é a responsável pela construção do equipamento público. O terreno possui 5.618 m², e a área a ser construída será de 1.324 m². Atualmente, toda a área que dará suporte ao restaurante está em fase de acabamento.

O motorista Deusdete Lopes, morador vizinho do restaurante, afirma que a obra aliviará a pobreza da localidade

As casas de bombas, de gás, depósito, caldeira, salas administrativas e de nutrição já foram construídas e estão recebendo os ajustes finais. A área central, onde ficará o salão com mesas e cadeiras e parte da cozinha, está recebendo as vigas e as estruturas de ferro para a cobertura do telhado.

“A cobertura está sendo colocada, estamos com boa parte da obra executada. Toda a parte de serviços, como depósitos de caldeira e as casas de apoio, estão em fase de acabamento. Agora, estamos na fase de execução da parte interna. A obra está em um bom ritmo e, acredito que, quando começar o período de chuva, não irá prejudicar o andamento dos serviços”, explica o engenheiro da Novacap, Juan Carlos Del Carbio.

O projeto engloba uma edificação em alvenaria, com salão de refeições mobiliado, cozinha industrial climatizada, salas de nutrição, áreas administrativas e técnicas, banheiros, vestiários, setor para armazenamento de alimentos e câmaras específicas para resfriamento, congelamento e descongelamento, áreas para higienização e controle de alimentos, bem como para a limpeza de utensílios. Também haverá estacionamento com 33 vagas e bicicletário.

Nenhum comentário




Latest Articles