Page Nav

HIDE

Últimas notícias:

latest

CAMPANHA - COMBATE A DENGUE


Ministros de Lula criticam 'operação imprudente' de governistas contra STF

Integrantes do governo veem revés no diálogo com a corte, que tem julgamentos que podem afetar contas públicas.

Jacques Wagner (PT-BA) e Lula (PT) — Foto: Manu Dias/GovBA e Reprodução/TV Globo

O apoio declarado do líder do governo no Senado, Jaques Wagner (PT-BA), à proposta que limita poderes de ministros do Supremo Tribunal Federal desencadeou uma onda de críticas dentro da Esplanada dos Ministérios, entre os governistas, ao que foi classificado como, no mínimo, uma "operação imprudente".

A avaliação de integrantes do PT e da base governista é a de que Wagner não só cometeu um erro ao ter votado a favor da respostas contra atos do Supremo, como também ajudou a virar votos de indecisos que estavam na mira do Planalto para conter o revés à Corte.

Dentro do STF, o clima é de irritação. Ministros afirmam que o diálogo com o governo estará comprometido enquanto Jaques estiver na liderança no Senado, demonstrando nítido comprometimento entre o executivo e judiciário após as eleições.

A avaliação de aliados do senador é a de que ele teria tentado fazer um gesto a Rodrigo Pacheco (PSD-MG), presidente do Senado, apoiando a ofensiva, de olho na agenda econômica que está em tramitação na Casa.

Mas o tiro pode ter saído pela culatra. Um aliado de Lula lembra que, só um caso que está em pauta no STF poderia representar uma poupança de cerca de R$ 1 trilhão. "Haddad está desolado. A segunda perna da agenda econômica está no Judiciário".

Nenhum comentário




Latest Articles