SINPOL-DF realiza eleições


No próximo dia 07 de março, acontecerá na sede do Sindicado dos Policiais Civis do Distrito Federal o tão esperado processo eleitoral para a composição da diretoria que representará a categoria pelo triênio 2017/2020.
O processo eleitoral ocorre justamente em um período de impasse entre a categoria e o GDF, bem como insatisfação dentro do próprio sindicato, entre a atual diretoria. O numero de chapas inscritas pode demonstrar o momento turbulento que a categoria ultrapassa, mas, as seis chapas apresentam propostas para o resgate do “bom convívio”, principalmente, entre os policiais civis.
Outro fato que poderá ser marcante e que poderá ser decisivo no processo eleitoral são as propostas apresentadas pelas chapas objetivando um fim no impasse junto ao GDF, o que acarretou na “operação legalidade” e que se arrasta há vários meses, atualmente sendo considerado o principal problema enfrentado pela categoria e que se mostra longe de um final.
Para Alceu Prestes, candidato da Chapa “UNA – 20” acredita que o principal é tratar com diálogo os assuntos polêmicos da categoria antes que esses sejam levados ao conhecimento da sociedade. “Acredito que o diálogo entre a categoria, aonde tenhamos a participação de todos os setores é a melhor maneira de resolver assuntos polêmicos, principalmente os internos. Alarmar a sociedade diante de uma crise é agravar o problema e distanciar a sua solução”.

As seis chapas que irão concorrer as eleições do Sinpol-DF são:


Chapa 10 – “Paridade já”
Presidente:
 Jefferson Furtado (foto), conhecido como “Jeffão”
Vice-presidente: agente Darcy da Silva
Principais propostas: Oferecer mais apoio do Sinpol-DF aos policiais aposentados; garantir a paridade imediata de salários com a Polícia Federal e melhorar a articulação política.

Chapa 20 – “Una”
Presidente: Alceu Prestes
Vice-presidente: Aldi Roldão
Principais propostas:  Garantir a paridade imediata de salários com a Polícia Federal; preencher cargos para minimizar déficit de pessoal e oferecer melhores condições de trabalho aos policiais.

Chapa 30 – “Juntos somos fortes”
Presidente: Rodrigo Franco, conhecido como “Gaúcho”
Vice-presidente:  Paulo Roberto Sousa
Principais propostas:  Garantir a paridade imediata de salários com a Polícia Federal; assegurar que as atribuições dos cargos da categoria também sejam de nível superior e lutar por salários de nível superior.

Chapa 40 – “Dignidade”
Presidente: Antônio Marcos Cosmo, conhecido como “Cosmo”
Vice-presidente:  Pablo Ribeiro
Principais propostas:  resgatar a articulação política do Sinpol-DF; lutar pela manutenção da aposentadoria especial dos policiais civis diante de uma possível reforma da Previdência e melhorar as condições de trabalho da categoria.

Chapa 50 – “Integrar, articular e avançar”
Presidente: Francisco de Sousa, conhecido como “De Sousa”
Vice-presidente:  Alexandre Moraes, presidente da associação dos agentes de custódia da PCDF.
Principais propostas: Resolver o problema de lotação dos agentes de custódia na PCDF. Garantir a paridade imediata de salários com a Polícia Federal; lutar pela especificação das atribuições de cada um dos cargos da carreira e definir se a categoria deve ser regida pelo regulamento do governo federal ou do GDF.

Chapa 60 – “Operação Resgate”
Presidente: Renato Rincon
Vice-presidente: Paulo Ramirez

Principais propostas: trabalhar melhor junto às instâncias de poder; ampliar benefícios para os sindicalizados e garantir a melhoria dos serviços prestados. 


Fonte - Agencia Satélite

Postar um comentário

0 Comentários