Buracão do Lago Azul – Um filho de vários pais.


O dito popular de que “pai é quem cria” é levado a ferro e fogo, principalmente no que tange a obras públicas executadas por gestores em todas as cidades brasileiras. Isso acontece principalmente quando é chegada a hora da inauguração e o atual gestor que apenas cumpriu parte da missão descerrar a placa e fazer seu discurso. O grande problema é que esse teve apenas o papel de dar andamento ao tal projeto que já estava em andamento, tendo em vista essa ter sido licitada e iniciada por governos anteriores. Mesmo assim, tenta de todas as formas ganhar os méritos sozinho e de quebra denegrir o antecessor. “Pra que dar mérito ao que passou se é o meu nome que vai constar na placa?”.


Em Novo Gama não está sendo diferente no que se refere às obras de recuperação das áreas conhecidas como “buracões do Pedregal e Lago Azul”. A atual gestão comandada pela prefeita Sônia Chaves (PSDB) está concluindo a obra da erosão do Lago Azul e sua assessoria, como de costume, leva ao conhecimento da população que o único mérito para a conclusão da obra se dá ao “árduo trabalho da prefeita que buscou recursos para a solução do problema”. Errado! Ao assumir o governo em janeiro deste ano, Sônia Chaves já encontrou garantidos, os recursos para a execução da obra e o papel da atual gestora se deu única e exclusivamente em executá-la. Todavia, como só tem valor o aspecto político do que o da obra propriamente, a prefeita ventila aos quatro cantos da cidade que o recurso e obra pertencem a sua gestão e nada cita do trabalho da gestão anterior. Assim, anuncia e “exige” que o mérito é somente seu e de mais ninguém.

A obra foi licitada no valor mais de R$ 5,5 milhões sendo garantida na época, ainda na gestão anterior, pelo senador Wilder Moraes (PP) junto ao Ministério da Integração Nacional. A notícia da liberação dos recursos aconteceu em novembro de 2016 e foi comemorada pela então vencedora das eleições municipais Sônia Chaves, que naquele momento dava prosseguimento ao governo de transição. “Já temos a disponibização da emenda no valor de R$ 5,5 milhões de reais que dará o início as obras das erosões. Agora sim, podemos começar o nosso governo com mais recursos em caixa para trabalhar", disse a época. Antes já haviam sido liberados R$ 1,9 milhões para a contensão das erosões.

Para a comunidade o importante mesmo é o problema está sendo resolvido independentemente de “quem seja o pai da criança”, pois os transtornos aos moradores dos dois bairros já ultrapassam 30 anos e somente agora esses começaram a sonhar com dias melhores.


O governador Marconi Perillo esteve no município para vistoriar as obras do bairro Lago Azul. No local viu de perto os trabalhos de contenção da erosão e anunciou a conclusão em no máximo 90 dias. Com isso ganha à comunidade, o setor político e principalmente, aqueles que estão com a caneta nas mãos e farão pose para sair na foto.


Fonte - Agência Satélite

Postar um comentário

0 Comentários