Editorial - Quem deveria ser a autoridade?

Resultado de imagem para Alceu prestes de matos

Seriam os eleitos pelo sufrágio universal ou os indicados pela companheirada, seja no Legislativo, Executivo, etc...

Esses não deveriam ser meros funcionários do público com a missão de zelar precipuamente pelo bem estar da nação, tendo suas atribuições bem definidas pela constituição, códigos, leis, etc., que muito bem delimitam até onde cada um pode ir?

O que temos visto e assistido desde os primórdios é que alguns desses Barnabés do Executivo, Legislativo, etc... desvirtuaram o sentido de ser autoridade se apossando de tudo, fazendo do estado sua dispensa e lançando mão de todos os artifícios, alguns inimagináveis para se locupletarem com o poder para nos f...(ferrar).

Só para relembrar: Pixulecos, Mensalão, Eletrolão, BNDES, Empreiteiras, etc, etc... O estado não deveria ser impessoal para poder cuidar da coisa pública? Porque o povo não se manifesta e da um basta nisso tudo?

Foro privilegiado que nada! Autoridade que nada!!!

A única autoridade deve ser o cidadão de bem, que paga seus impostos. Quanto aos eleitos, não deveriam ter foro privilegiado, mas sim, leis mais duras, inclusive com penas capitais, sejam elas: Fuzilamento, cadeira elétrica, guilhotina ou até mesmo ofertar uma bala para que o mesmo de cabo à sua vida, não se esquecendo de que eles deverão pagar pela bala e demais despesas. Só assim acredito que colocaríamos vergonha na cara de uns e outros que superfaturam tudo, roubando a verba destinada para a saúde, educação e segurança, que é o básico para a sobrevivência da população.

Infelizmente os que poderiam propor essas mudanças são exatamente os políticos que escolhemos a dedo através das urnas bolivarianas... Mas sabem que isso não vai acontecer tão cedo, sendo esses os detentores do poder, as chamadas OTORIDADES de plantão por quatro ou oito anos. Muitos se perpetuam no poder pelo poder, graças aos inteligentes Tupiniquins que se vendem por uma bolsa sabe-se lá de quê.

No mínimo podemos pensar em tal possibilidade somente daqui uns mil anos, quando já não restarem mais alternativas a não ser a fome, miséria e o conceito família já não existirá. Nesse tempo, somente alguns abençoados deram sorte e ficaram bilionários. Porém, ao serem questionados de como conseguiram tamanhas fortunas, vão alegar que não sabem, não viram e que tem raiva de quem souber algo a respeito. Ao terem suas vergonhas descobertas afirmarão categoricamente que a culpa é de uma tal de Mariza que já partiu para o além há muito tempo...
Esse é o cotidiano dessa turma que vem sofrendo com duras condenações “mamão com açúcar” em suas mansões nababescas, tornozeleiras eletrônicas paraguaias, etc... Enquanto isso, os pobres mortais vão sendo anestesiados em prontos socorros e logo a seguir, são enviados para os quintos dos infernos. Isso sem falar no sucateamento da educação e da segurança publica. Realmente só é preso o ladrão de galinha burro e a turma da maresia. Esses sim, a “justiça” deixa mofar nas cadeias da vida.

Alguns otimistas vão perguntar: E o juiz Moro e a Federal? Bem, esses são exceção. Vieram para nos dar um ânimo de que nem tudo está perdido. Estão aplicando anestesia com todos os “rigores da lei”, uma vez que não vão conseguir extrair todo mal e todas as mazelas que estão entranhadas na alma do povo brasileiro. É genético.

Enquanto não mudarem O SISTEMA POLÍTICO ELEITORAL, teremos sempre mais do mesmo.

Misericórdia. Fui!!!


Fonte - Alceu Prestes


Postar um comentário

0 Comentários