O suspeito disse ter asfixiado Letícia, colocado fogo no corpo e jogado na cisterna. O corpo da jovem foi recolhido pela Polícia Técnica-Científica e levado até o Instituto Médico Legal, onde passa por exames

A vítima, Letícia Helena Feitosa, 19 anos estava desaparecida desde o dia 31 de outubro
A Polícia Civil do Goiás (PCGO) prendeu, neste sábado (11), Lucas dias Costa, 19 anos, suspeito de matar e jogar em um poço o corpo da mulher, Letícia Helena Feitosa, 19 anos, em Anápolis, cidade a 153 km de Brasília. O rapaz confessou o crime.

De acordo com a PCGO, a vítima estava desaparecida desde o dia 31 de outubro e Lucas disse aos familiares que a moça havia ficado no terminal rodoviário da cidade e que desde então não teve mais notícias dela

Assim que foi preso, em seu depoimento, o suspeito disse ter asfixiado Letícia, colocado fogo no corpo e jogado na cisterna. O corpo da jovem foi recolhido pela Polícia Técnica-Científica e levado até o Instituto Médico Legal, onde passa por exames.


Os parentes da vítima contaram a Polícia que ela já vinha sofrendo algumas ameaças do parceiro, pois o casamentos deles era bastante conturbado.

O casal tem um filho de 1 ano e 11 meses, que está sob os cuidados da família de Lucas. Segundo a PCGO, o Conselho Tutelar será acionado para tomar as devidas providências.

Lucas foi autuado em flagrante por ocultação de cadáver,podendo responder também por feminicídio. O rapaz está detido no Centro de Inserção Social de Anápolis.


Fonte - O Democrata